fbpx

Imagem de Satélite da NASA Mostra a Explosão Submarina do Vulcão El Hierro


Na costa de El Hierro, na parte sudoeste das Ilhas Canárias, a Terra tem ejetado gás e rocha do oceano. A ilha na costa atlântica da parte norte da Áfirca, construída na sua maioria por meio de um vulcão de escudo, foi atingida por milhares de tremores e terremotos desde Julho de 2001, e as erupções vulcânicas começaram na metade do mês de Outubro. A erupção é a primeira a ter acontecida na cadeia de ilha em aproximadamente 40 anos.

No dia 23 de Outubro de 2011, o instrumento conhecido como Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS) a bordo do satélite Terra da NASA registrou essa visão colorida naturalmente do El Hierro e do Oceano Atlântico Norte ao redor dele. Uma pluma leitosa verde na água é vista se estendendo por 25 a 30 km de largura e talvez por 100 km de comprimento, desde uma grande massa próxima da costa até finos rebentos à medida que ela se espalha para sudoeste. A pluma é provavelmente constituída por uma mistura de gases vulcânicos, e rochas do assoalho oceânico.

Tremores foram registrados nos últimos meses desde estações sísmicas em El Hierro, particularmente na parte noroeste da ilha. Então em 12 de Outubro de 2011, a intensidade dos tremores diminuiu de forma significante enquanto que as plumas de rochas apareciam no mar ao sul da ilha. A pluma subaquática de detritos vulcânicos tem persistido por aproximadamente duas semanas e tem sido então dispersada pelas correntes na superfície do oceano. A erupção está ocorrendo dentro do oceano a uma profundidade de dezenas de centenas de metros.

O geólogo e blogueiro Erik Klemetti ofereceu essa análise: “Aparentemente a fissura principal pode ter entre 2 e 3 km de comprimento e deve ser perpendicular com o eixo do rift do edifício principal de El Hierro. Ramon Ortiz, coordenador da equipe científica do governo, disse que quando a erupção atingisse as águas mais rasas nós deveríamos ver jatos na superfície da água, seguido pela explosão do jato e magma e finalmente da emergência de uma ilha”.

Fonte:

http://earthobservatory.nasa.gov/IOTD/view.php?id=76229


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .