fbpx

Imagem de Astrônomo Amador Mostra Cometa Garradd Se Movendo e Permite Montagem 3D da Cena

O astrônomo amador Patrick Wiggins enviou para a Planetary Society essa bela animação do cometa Garradd se movendo contra o fundo do céu estrelado por um período de no mínimo uma hora de observação. Nós aqui não somos astrônomos profissionais, mas se fossemos com certeza seria interessante prestar atenção nas coisas que parecem se mover em uma noite de observação, como planetas, cometas, manchas em Júpiter entre outras.

Uma série de 10 exposições feitas com 6 minutos de intervalo no dia  9 de Agosto de 2011, mostram a posição do cometa Garradd variar contra o fundo estrelado do céu noturno.

Patrick lembrou que você pode transformar suas animações como essa em imagens 3D. Abaixo está um exemplo feito pela Emily Lakdawalla da Planetary Society, se você observar com os óculos 3D poderá ver que o cometa parece saltar da imagem.

Na realidade existe esse efeito 3D, e ele é real, uma vez que o cometa está muito mais perto de nós do que as estrelas. Mas o efeito 3D não tem a ver com a posição instantânea do cometa com relação às estrelas. Quando nós observamos o mundo 3D isso se deve ao efeito de paralaxe. Nossos olhos ocupam duas diferentes posições, então quando nós olhamos para objetos contra um plano de fundo, os objetos aparecem em diferentes posições com relação ao fundo nos nossos dois olhos.

O efeito 3D aqui não se deve à paralaxe instantânea como o que acontece com os nossos olhos, a paralaxe surge do movimento do cometa com o tempo . Ou melhor, surge do movimento da Terra que faz com que alteremos nosso ponto de vista em relação ao cometa. Ou talvez um pouco de ambos os efeitos. Tudo está relacionado com o movimento.

Com esse simples pensamento podemos imaginar um desafio. Vamos supro que consigamos registrar dois objetos se movendo numa mesma imagem, um deles se movendo mais rápido. Considerando a explicação acima, o objeto que se move mais rápido aparecerá mais próximo de nós numa montagem 3D. Será que é verdade? Bem primeiro teremos que fazer a imagem de dois objetos se movendo com velocidade diferente na mesma imagem. Fica aí o desafio.

Fonte:

http://www.planetary.org/blog/article/00003139/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .