fbpx

Imagem da Lua Mostra Limbo Repleto de Crateras Que Homenageiam Cientistas do Século 19 Que Não São Observadas da Terra

Com a enxurrada de imagens da Lua que recebemos quase que diariamente, existem poucos lugares no nosso satélite que ainda não sejam tão familiares aos nossos olhos, mas esse mostrado na imagem acima é um deles. Nesse ponto, os gregos que fizeram a festa na região polar norte da Lua, dão lugar aos cientistas do século 19 como Volta, Stokes, Langley e Galvani. Reservar esse canto da Lua para homenagear esses nomes da ciência, à primeira vista parece que eles não tinham muita importância, mas quando observa essa região por meio de um telescópio e se observa que a grande cratera Pythagoras está no mesmo campo de visão, pode-se ver que eles estão muito bem acompanhados. Da Terra nós nunca podemos ver as crateras que homenageiam os cientistas dos século 19, exceto pelo seu perfil, mas a maior parte dessas crateras são feições mais velhas com lavas velhas, ou com material de ejeção das bacias preenchendo seus interiores. Entre elas, a cratera Repsold é interessante por ser cortada por um grande canal e por numerosos canais menores, além do fato de possuir uma cratera concêntrica. O canal principal pode estar relacionado com a tectônica regional, mas os menores parecem ter se formado devido as pressões associadas com o soerguimento e talvez com o colapso do interior da cratera Repsold. Mas para ver essa feição,  precisamos de imagens obtidas pelas sondas que vasculham a Lua, como mostra a imagem abaixo.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/July+11%2C+2011

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .