fbpx
26 de fevereiro de 2024

Imagem Aberta da Lua Pode Revelar Feições de Grande Interesse


Imagens de alta resolução da Lua feitas por telescópios potentes e por sondas equipadas com câmeras de última geração normalmente revelam novas feições no nosso satélite. Porém, imagens mais amplas da Lua, como a reproduzida acima são especiais pois elas nos lembram como é bom e memorável gastar horas olhando através da ocular de um telescópio. Além disso, todas as vezes que nos deparamos com imagens como essa, é possível ver muitas feições de interesse. Normalmente quando se pega uma imagem como essa se tenta checar as feições conhecidas como os canais Hyginus e Ariadaeus, além dos vales e das cadeias de montanha a norte do Hyginus. Um pouco ao sul do centro da imagem estão as colinas de Descartes e a cadeia de crateras Abulfeda, que parece se estender até perto da escarpa Altai. Cada observador, logicamente, terá sua própria feição favorita para checar, mas depois de se localizar com as feições conhecidas podemos ver que outras intrigantes feições começam a surgir. Só para citar dois exemplos, podemos usar uma imagem como essa para investigar, por exemplo, se a borda curva do mar a sudeste da Triesnecker é parte de uma grande cratera antiga, e podemos também observar com clareza o famoso X da Lua que aparece no canto inferior direito da imagem.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/December+23%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo