fbpx

Hubble Observa O Nascimento de Estrelas ao Extremo na Nebulosa da Carina

Essa imagem feita do Hubble da Nebulosa da Carina, mostra o nascimento estelar com um novo nível de detalhe. A paisagem fantástica da nebulosa é esculpida pela ação dos ventos e da radiação ultravioleta que emerge das estrelas monstruosas que habitam esse inferno cósmico. No processo, essas estrelas estão expelindo o material ao redor que é o último vestígio da gigantesca nuvem de onde as estrelas nasceram.

A imensa nebulosa está a uma distância de 7500 anos-luz da Terra e fica localizada na constelação da Carina, a Quilha (parte da antiga constelação do sul Argo Navis, o barco de Jasão e os Argonautas da mitologia grega).

Essa imagem é na verdade um mosaico da Nebulosa da Carina feito a partir da integração de 48 imagens obtidas com a Advanced Camera for Surveys do Telescópio Espacial Hubble. A informação de cor foi adicionada com dados obtidos no Observatório Inter-Americano de Cerro Tololo no Chile. Na imagem, a cor vermelha corresponde ao enxofre, a verde ao hidrogênio e a azul às emissões de oxigênio.

Fonte:

http://www.spacetelescope.org/images/heic0707a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .