Hubble Fotografa Os Nós Gasosos Provenientes de Uma Estrela Condenada na Nebulosa da Hélice

A imagem acima feita pelo Telescópio Espacial Hubble mostra em detalhe milhares de nós gasosos gerados por uma condenada na nebulosa da Hélice, a nebulosa planetária mais próxima da Terra, há apenas 450 anos-luz de distância localizada na constelação de Aquarius. Cada cabeça gasosa é no mínimo duas vezes maior que o Sistema Soar onde cada cauda se estica por 100 bilhões de milhas, aproximadamente 1000 vezes a distância entre a Terra e o Sol.

As caudas parecidas com caudas de cometa têm um padrão radial ao redor da estrelas como raios de uma roda. Os astrônomos teorizam que os nós gasosos são gás quente da superfície da estrela, que colidam com o gás mais frio que foi ejetado 10000 anos antes. Os astrônomos esperam que os nós gasosos, cada um com algumas bilhões de milhas de diâmetro, que eventualmente se dissipam na escuridão fria do espaço interestelar.

Fonte:

http://www.stumbleupon.com/su/1pzB7i/www.dailygalaxy.com/my_weblog/2011/07/image-of-the-day-comet-like-heads-of-a-doomed-star-each-twice-the-size-of-our-solar-system.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo