Hematita Identificada na Região de Capri Chasma em Marte

Hematita cinza cristalina (Fe2O3) foi detectada pela primeira vez em Marte usando o Thermal Emission Spectrometer (TES). O local de pouso escolhido para a sonda Mars Exploration Rover Opportunity foi um desses locais com hematita na região do Meridiani Planum em Marte.

Após pousar e vagar pela superfície ao redor, os cientistas descobriram que a hematita ocorria em tamanhos milimétricos como partículas arredondadas que estavam concentradas ao longo das superfícies superiores dos solos.

Nessa imagem da HiRISE feita dentro da região de Capri Chasma, o instrumento TES também detectou a mesma hematita cristalina cinza como a que foi encontrada na região de Meridiani Planum. A imagem com cor realçada mostra uma superfície vermelha, consistente com um material que contém o elemento ferro. As planícies aqui são similares àquelas vistas na região de Meridiani Planum e sugerem que as partículas ricas em hematita se concentram na parte superior dos solos onde elas podem ser detectadas pelo instrumento TES que se encontra na órbita de Marte.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/ESP_022276_1670

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo