O Halo da Lua de Fevereiro

Iluminando a noite da última terça-feira, a Lua Cheia de Fevereiro é algumas vezes chamadas no hemisfério norte de Lua da Neve, para nós aqui no Brasil poderia muito bem ser chamada de Lua da Chuva. Mas a Lua não estava totalmente cheia nessa imagem em mosaicos registrada no dia 2 de Fevereiro de 2012 ao sul de Budapeste, na Hungria e também não tinha nenhuma neve durante a observação. Ainda assim, finas nuvens de cristais de gelo levantaram na fria noite invernal criando esse maravilhoso halo lunar observado na imagem acima. A refração da luz da Lua por cristais de gelo hexagonais produz o halo levemente colorido com seu característico raio de 22 graus. Um pouco abaixo da Lua pode-se ver a estrela. Também, bem dentro do halo à direita está o aglomerado estelar das Plêiades. Na parte inferior esquerda, perto da borda do halo localizam-se as estrelas da constelação de Orion com a brilhante Capella, a estrela alfa da constelação de Auriga, além do halo perto da parte superior da foto.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap120211.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.