Carajás Vista do Espaço

Encontrar uma das maiores minas de minério de ferro do mundo num canto remoto da floresta amazônica, foi um acidente, de acordo com o site mining-technology.com. Em 1967, um helicóptero com um time de geólogos da subsidiária americana U.S Steel, pousaram no topo da serra para reabastecer. Os geólogos reconheceram minério de ferro na superfície da serra, e quatro décadas depois, uma das maiores minas de minério de ferro tomou esses lugar.

Essa imagem da Mina de Ferro de Carajás foi feita pelo satélite EO-1 da NASA. Terraços em camadas de terra vermelha revelam o método utilizado na mineração. Carajás é uma mina a céu aberto, onde o minério de ferro é removido da superfície, camada por camada. Em 2007, 296 milhões de toneladas de ferro foram extraídas da mina. Estima-se que a mina tenha 18 bilhões de toneladas de ferro, mais ouro, manganês, cobre e níquel.

A Mina de Carajás se localiza na Serra de Carajás na região norte do Brasil. O terreno da serra é ainda evidente em regiões não exploradas ao redor da mina. A terra exposta de coloração vermelha contrasta com o verde da floresta. A Companhia Vale do Rio Doce que explora a mina, preserva a floresta próxima. Na segunda imagem regiões de desflorestamento podem ser observadas ao norte da mina.

carajas_00

carajas_01

(Fonte: http://earthobservatory.nasa.gov)

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.