Galáxia Zoo: A Mais Nova Coleção de Galáxias do WISE

Uma nova e colorida coleção de espécimes de galáxias foi lançada pela missão  Wide-field Ifrared Survey Explorer, ou WISE da NASA. Essa coleção apresenta galáxias de vários tipos, desde elegantes espirais até as mais despedaçadas espirais flocosas. Algumas das galáxias possuem o centro arredondado, enquanto outras possuem uma barra alongada central. A orientação das galáxias também varia, com algumas aparecendo bem de frente para nós enquanto que outras só podem ser vistas de lado.

A luz infravermelha foi traduzida em cores que nós podemos ver com os nossos olhos, de modo que os comprimentos mais curtos de onda são representados pela cor azul e os mais longos pela cor vermelha. As estrelas mais velhas aparecem azuis enquanto que os pedaços de estrelas recém formadas possuem tonalidades amarelo avermelhadas. A seguir pode-se encontrar um pouco mais de informação sobre cada uma das galáxias pertencentes a nova coleção do WISE. A ordem de apresentação de acordo com a figura acima é da parte superior esquerda para a direita, da parte intermediária esquerda para a direita e da parte basal esquerda para a direita.

A Galáxia do Redemoinho, ou Messier 51 (M51)

Conhecida pelos astrônomos como M51, essa bela galáxia espiral é de grande projeto o que significa que ela tem os braços espirais bem definidos. Acredita-se que a sua companheira menor, a galáxia anã chamada de NGC 5195 é que ajudou a definir e a formar os braços espirais da M51, graças à “dança” gravitacional entre elas. A M51, é também conhecida como Galáxia de Lord Ross, já que foi esse o astrônomo a estudar a sua estrutura espiral pela primeira vez nos anos de 1840. Ela está localizada a 25 milhões de anos-luz de distância na direção da constelação de Canes Venatici e possui aproximadamente 81000 anos-luz de comprimento.

Galáxia de Bode, ou Messier 81 (M81)

A M81 é outra galáxia espiral de grande projeto, com pronunciados braços espirais ao redor de seu núcleo. O WISE conseguiu destacar áreas onde o gás e a poeira  têm  sido prensados  nos braços levando a formação de novas estrelas. Essa compressão tem sido realçada pela interação da galáxia com a sua parceira, a Messier 82 (não mostrada aqui). Essa galáxia está explodindo com novas estrelas e por isso é conhecida como galáxia de explosão de estrelas. A M81 está a 12 milhões de anos-luz de distância da Terra na direção da constelação  da Ursa Major e tem 94000 anos-luz de comprimento.

Galáxia do Cata-Vento Sul, ou Messier 83 (M83)

Com aproximadamente 55500 anos-luz de comprimento, a M83 tem um pouco mais da metade do tamanho da Via Láctea, mas ela é bem similar a nossa galáxia na sua estrutura geral. Como a Via Láctea, a maior parte das estrelas do gás e da poeira da M83 localizam-se no fino disco decorado com grandes braços espirais. Essa galáxia é classificada como espiral barrada, pois em adição ao bulbo central de estrelas ela possui também uma região repleta de estrelas em forma de barra. Ela está localizada a 15 milhões de anos-luz de distância na direção da constelação de Hydra.

NGC 628, ou Messier 74 (M74)

Alguns astrônomos chamam essa grande galáxia espiral, a Messier 74 de a espiral perfeita, graças a sua excepcional simetria. Suspeita-se que ela tenha um buraco negro central com massa igual a 10000 sóis. Esse é um dos únicos buracos negros conhecidos com massas intermediárias  entre os relativamente pequenos que se formam a partir de estrelas colapsadas e os buracos negros supermassivos que possuem milhões de vezes a massa do Sol. Buracos negros supermassivos são encontrados com maior frequência no centro das galáxias. A Messier 74 está localizada entre 24.5 e 36 milhões de anos-luz de distância na direção da constelação de Pisces e possui 100000 anos-luz de diâmetro.

NGC 1398

Essa espiral barrada possui um denso anel interno que circunda um centro brilhante. O anel é na verdade dois braços espirais que estão muito próximos um do outro. Em contraste com o seu centro bem definido ela tem braços despedaçados ou flocosos. Ela está inclinada aproximadamente 43 graus e tem um diâmetro de 135000 anos-luz. A NGC 1398 está localizada a aproximadamente 65 milhões de ano-luz de distância da Terra na direção da constelação de Formax e faz parte do Aglomerado de Galáxias de Formax.

NGC 2403

Essa galáxia com aparência difusa é uma galáxia espiral flocosa ou despedaçada. Ela é fortemente velada por gás e poeira quando observada nos comprimentos de onda da luz visível, mas quando observada com o WISE, seus braços são claramente revelados. Em 2004, a NGC 2403 hospedou uma das maiores supernovas das décadas recentes, a SN 2004dj, que foi primeiro observada em 2004 no Japão e ficou visível por 8 meses. A NGC 2403 está localizada a 11.4 milhões de anos-luz de distância da Terra na direção da constelação de Camelopardalis e tem aproximadamente 73000 anos-luz de diâmetro.

Galáxia Splinter ou Lâmina de Faca, ou NGC 5907

A face dessa galáxia é angulada aproximadamente 90 graus do nosso ponto de vista, desse modo ela aparece de lado e fina como se fosse uma lâmina. Ela foi descoberta pelo astrônomo William Herschel em 1788. Existe um grande complexo de correntes estelares ao redor da galáxia o que não pode ser visto nessa imagem do WISE. Essas correntes são os restos de galáxias menores que foram consumidas. O brilho verde apagado na composição do WISE é devido ao halo de velhas estrelas que circula a região central da galáxia. Essa galáxia está localizada a aproximadamente 53 milhões de anos-luz de distância na direção da constelação do Draco e tem aproximadamente 200000 anos-luz de comprimento.

Galáxia de Barnard ou IC 4895

A galáxia de Barnard é conhecida como uma galáxia anã devido ao seu pequeno tamanho, ela só tem um por cento da massa da Via Láctea. A forma irregular da galáxia é dominada por uma barra central de estrelas, que em aparência lembra a galáxia satélite da Via Láctea, a Grande Nuvem de Magalhães. E é por esse motivo que essa galáxia recebe a classificação de Tipo Magalhães. As proeminentes bolhas amarelas vistas contra o fundo estelar azul são locais onde está ocorrendo formação recente de estrelas. A galáxia de Barnard está localizada a 1.6 milhões de anos-luz da Terra na direção da constelação de Sagittarius e tem aproximadamente 7000 anos-luz de comprimento.

Galáxia Escondida, ou IC 342

Algumas vezes chamada de galáxia Escondida, essa bela galáxia espiral fica encoberta além da nossa galáxia, a Via Láctea. Astrônomos amadores e profissionais passam por dificuldades tentando ver a galáxia através do brilho da banda de estrelas, da poeira e do gás da Via Láctea. A visão infravermelha do WISE atravessa todos esses problemas oferecendo uma imagem nítida da galáxia. O núcleo é muito brilhante na luz infravermelha, devido a explosão de novas estrelas em formação. A Galáxia Escondida está localizada a 10 milhões de anos luz de distância da Terra na direção da constelação de Camelopardalis, e tem 62000 anos-luz de diâmetro.

As cores usadas em todas as imagens representam comprimentos de onda específicos da luz infravermelha. Azul e ciano representam a luz com 3.4 e 4.6 mícron, luz essa principalmente emitida pelas estrelas. Verde e vermelho representam comprimentos de onda de 12 e 22 mícron, luz essa principalmente emitida pela poeira quente.

Fonte:

http://wise.ssl.berkeley.edu/gallery_menagerie.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.