fbpx

Flare Solar de Classe M7.3 Que Entrou Em Erupção em 2 de Outubro de 2014 É Registrada de Forma Espetacular Pelo SDO


sun-m7-3-flare-zoom


observatory_150105As regiões ativas de manchas solares AR2172 e AR2173 emitiram uma flare solar de nível médio no dia 2 de Outubro de 2014 com pico às 16:01, hora de Brasília. A erupção não foi direcionada para a Terra, já que ela estava no limbo oeste do Sol e rotacionando para fora da nossa visão. Contudo, de acordo com o site spaceweather.com, o flash UV da flare causou uma breve perturbação nos sinais de rádio VLF e de ondas curtas na Terra.

O Solar Dynamics Observatory da NASA que observar o Sol 24 horas por dia, registrou as imagens dessa flare. Flares solares são poderosas explosões de radiação. A radiação mortal de uma flare não pode passar através da atmosfera da Terra para afetar fisicamente os seres humanos no solo, contudo, quando a radiação é intensa o suficiente, ela pode perturbar a atmosfera na camada onde os sinais de comunicação e de GPS trafegam.

Essa flare foi classificada como sendo de Classe M7.3. Flares de Classe M têm um décimo da potência das flares mais poderosas conhecidas, e que são designadas como flares de Classe-X.



Meus contatos:

BLOG: https://spacetoday.com.br

FACEBOOK: http://www.facebook.com/cienctec

TWITTER: http://twitter.com/Cienctec1

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .