fbpx
19 de setembro de 2021

Falcon Heavy da SpaceX Irá Lançar A Missão Psyche da NASA em 2022

A NASA assinou nesse dia 28 de fevereiro de 2020, um contrato com a SpaceX para lançar a sua missão para um grande asteroide metálico através do seu foguete Falcon Heavy.

A NASA disse que irá usar o Falcon Heavy para lançar a missão Psyche em julho de 2022, direto do Launch Complex 39A no Kennedy Space Center. O contrato no valor de 117 milhões de dólares, inclui o lançamento dessa e de outras missões para a NASA.

A Psyche foi uma das duas missões selecionadas em janeiro de 2017 dentro do Discovery Program da NASA, missões de ciência planetária, com custo relativamente baixo. A Psyche irá usar um sobrevoo por Marte, em 2023 para chegar no seu destino, o asteroide também chamado de Psyche, em janeiro de 2026. A sonda entrará na órbita do asteroide, um dos maiores asteroides do cinturão principal de asteroides do Sistema Solar, entre Marte e Júpiter.

O asteroide é feito primariamente de ferro e níquel e poderia ser a parte remanescente do núcleo de um protoplaneta que tentou se formar antes que colisões de alta velocidade com planetesimais quebrassem todo o objeto. Os cientistas planetários acreditam que os estudos do asteroide Psyche poderia ajudar a entender melhor a formação do Sistema Solar.

A missão Psyche é liderada pela Arizona State University, com a Maxar sendo a empresa contratada para construir a sonda. O lançamento também levará dois pequenos satélites secundários, o Escape and Plasma Acceleration and Dynamics Explorers (EscaPADE), que irá estudar a atmosfera de Marte e o pequeno satélite Janus, que irá estudar asteroides binários.

A outra missão selecionada no programa Discovery de 2017, a Lucy, irá visitar os asteroides Troianos que ficam na mesma órbita de Júpiter ao redor do Sol. A NASA contratou a ULA em janeiro de 2019 para lançar a missão a bordo do seu foguete Atlas 5 em outubro de 2021.

A SpaceX subsequentemente preencheu um protesto com o Government Accountability Office , argumentando que ela poderia lançar a missão a um valor bem menor do que os 148.3 milhões de dólares do contrato da ULA. A ULA argumentou que forneceu uma programação garantindo que para lançar a missão serão necessários 20 de dias de janela de lançamento. Dois meses depois de entrar com o protesto, a SpaceX o retirou em abril de 2019.

Desde então, podemos dizer que a SpaceX vem colecionando uma série de vitórias. Ela ganhou o contrato para lançar a sonda Double Asteroid Redirect Test, a DART, usando o Falcon 9. Essa missão, deve ser lançada em junho de 2021, e irá mandar uma sonda para o asteroide Didymos, onde a sonda irá colidir com uma pequena lua que orbita o asteroide para testar técnicas de deflexão para estudos de defesa planetária.

Em julho de 2019, a SpaceX ganhou outro contrato com a NASA para lançar a missão astrofísica Imging X-Ray Polarimetry Explorer, ou IXPE também usando um Falcon 9 em abril de 2021. Essa sonda estava programada para ser lançada num foguete Pegasus da Northrop Grumman, mas a SpaceX ganhou o contrato com um preço menor de lançamento do que o Pegasus.

Outra vitória da SpaceX aconteceu em 4 de fevereiro de 2020, para lançar a missão Plankton, Aerosol, Cloud, ocean Ecosystem, a PACE, a bordo de um Falcon 9 em dezembro de 2022. A NASA deu o contrato de lançamento para a SpaceX, mesmo uma semana antes ter colocado na sua programação de orçamento para 2021, que a missão estaria cancelada. A PACE foi cancelada 3 vezes e manos anteriores, e em todas as vezes, o Congresso rejeitou o cancelamento da missão.

A Psyche será a primeira missão da NASA a usar o Falcon Heavy da SpaceX, embora algumas cargas da NASA foram lançadas na missão STP-2 para Space Test Program do Defense Department em junho de 2019. O manifesto atual da SpaceX para lançar o seu Falcon Heavy inclui duas missões secretas para a Força Aérea Norte-Americana no final de 2020 e começo de 2021 e um lançamento do satélite de comunicação de banda larga ViaSat-3 para a ViaSat em meados de 2021.

Fonte:

https://spacenews.com/falcon-heavy-to-launch-nasa-psyche-asteroid-mission/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo