Exoplaneta Diferente

O planeta gigante GJ 436b na constelação do Leão está perdendo alguma coisa – e essa coisa está inundada de gás.

Para a surpresa dos astrônomos que têm estudado o planeta do tamanho de Netuno usando o Telescópio Espacial Spitzer da NASA, o GJ 436b possui muito pouco metano – um ingrediente comum na maioria dos planetas no nosso Sistema Solar. Essa imagem, aqui reproduzida é na verdade uma concepção artística que mostra um mundo incomum mundo livre de metano sendo parcialmente eclipsado por sua estrela.

Modelos de atmosferas planetárias indicam que qualquer mundo com uma mistura comum de hidrogênio, carbono e oxigênio e uma temperatura superior a 1000 Kelvin deveria ter uma grande quantidade de metano e uma pequena quantidade de monóxido de carbono. Mas a aproximadamente 800 Kelvin o GJ 436b não apresenta essas características. As descobertas até o momento demonstram como os exoplanetas até o momento identificados são diversos e como é necessário uma grande quantidade de estudos posteriores para o entendimento completo desses objetos.

Aqui é possível encontrar mais sobre o GJ 436b: http://tecnoscience.squarespace.com/journal/2010/9/13/this-planet-smells-funny.html

Fonte:

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_1759.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo