fbpx
29 de fevereiro de 2024

Estrelas São Estrelas Até Mesmo Para a Sonda MESSENGER No Espaço


A imagem acima mostra um campo estelar e foi feita aproximadamente um mês antes da sonda MESSENGER sobrevoar o planeta Vênus em sua viagem até Mercúrio. O mais interessante de se observar nessa imagem é que estrelas são estrelas, a não ser que você tenha um equipamento cuidadosamente desenvolvido, como o Hubble, o Chandra, o Spitzer, o WISE, o XMM-Newton, para fazer observação desses astros longínquos. No caso da sonda MESSENGER seus instrumentos e as suas câmeras foram desenvolvidas para obter imagens da superfície de Mercúrio, a uma distância relativamente pequena e com um brilho intenso. Assim, mesmo uma sonda como a MESSENGER localizada no espaço quando se volta para um campo cheio de estrelas vê praticamente a mesma coisa que nós aqui na Terra. No caso dessa imagem foi necessário um tempo de exposição de 10 segundos. Porém, no caso da sonda MESSENGER, esse tipo de imagem tem outros objetivos, sendo que o principal é calibrar os instrumentos da sonda, já que as estrelas têm um brilho determinado e não mudam de posição. As estrelas brilhantes vistas aqui, pertencem ao aglomerado aberto de estrelas conhecido como Plêiades.

Fonte:


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo