Espetacular – Robô Curiosity É Registrado Pela Sonda MRO Momentos Antes de Pousar em Marte

Uma imagem feita pela câmera High Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE) que viaja na órbita de Marte a bordo da sonda Mars Reconnaissance Orbiter da NASA registrou o veículo robô Curiosity ainda conectado ao seu paraquedas de quase 16 metros de largura enquanto descia em direção ao seu local de pouso na cratera Gale.

“Se a HiRISE fizesse essa imagem um segundo antes ou um segundo depois nós provavelmente veríamos uma paisagem marciana vazia”, disse Sarah Milkovich, cientista de investigação da HiRISE no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, na Califórnia. “Quando você considera que estamos trabalhando nessa sequência desde Março e que terminamos de atualizar os comandos da sonda aproximadamente 72 horas antes da imagem ter sido feita, você começa a perceber o quanto desafiador foi obter essa imagem”.

A imagem do veículo robô Curiosity original pode ser encontrada nesse endereço: http://www.nasa.gov/mission_pages/msl/multimedia/pia15978b.html

A imagem foi feita enquanto a sonda MRO estava a 340 quilômetros de distância do veículo com seu paraquedas. O robô Curiosity e sua mochila abastecida de retrofoguetes ainda estavam armazenada em sua concha protetora e ainda não tinha sido ejetada. No momento em que a imagem foi feita, o robô Curiosity estava a aproximadamente três quilômetros acima da superfície marciana.

“Nós podemos ser considerados os verdadeiros paparazzi de Marte”, disse Milkovich. “Nós definitivamente registramos a mais nova celebridade da NASA em ação”.

O veículo robô Curiosity pousou em solo marciano às 2:32 da manhã dessa segunda-feira, dia 6 de Agosto de 2012 perto do sopé de uma montanha com três milhas de altura dentro da cratera Gale, com 96 quilômetros de largura.

Em outras notícias do veículo robô Curiosity, uma parte da equipe responsável pelo robô no JPL continua a analisar os dados do pouso da última noite enquanto outra parte continua a preparar o laboratório robô de uma tonelada para sua futura exploração da cratera Gale. Uma tarefa fundamental para o Curiosity em seu primeiro dia em Marte é erguer sua antena de alto ganho. Usando essa antena aumentará a taxa de dados que o veículo robô pode se comunicar com a Terra. A missão usará as sondas em órbita de Marte para reproduzir o sinal como método primário de enviar dados para a Terra, pois esse método é muito mais eficiente em questões energéticas para o robô.

O robô Curiosity carrega 10 instrumentos científicos com um massa total 15 vezes maior do que a massa de instrumentos carregada pelos robôs Opportunity e Spirit. Algumas dessas ferramentas são pioneiras em utilização em Marte, como o laser capaz de checar a composição dos elementos nas rochas do planeta à distância. Mais tarde na missão, o robô usará uma perfuratriz e uma concha localizada na parte final de seu braço robótico para recolher amostras do solo marciano e pulverizar essas amostras de rocha no seu interior, então poderá analisar essa rocha pulverizada num conjunto de instrumentos analíticos localizados no interior do laboratório.

Para que seja capaz de manusear esse arsenal de ferramentas científicas, o robô Curiosity tem o dobro do tamanho e é cinco vezes mais pesado que os robôs Opportunity e Spirit. A cratera Gale, local de pouso do Curiosity possui camadas localizadas no interior da cratera a uma distância dirigível para o robô. As observações feitas da órbita de Marte identificaram minerais argilosos e sulfatos nas camadas inferiores, indicando que ali existiu um passado úmido.

A missão é administrada pelo JPL para o Science Mission Directorate da NASA em Washington. O veículo robô foi desenhado, desenvolvido e montado no JPL.

Para mais informações sobre a missão, visite: http://www.nasa.gov/mars e http://marsprogram.jpl.nasa.gov/msl

Siga também a missão do robô Curiosity pelas redes sociais: http://www.facebook.com/marscuriosity, http://www.twitter.com/marscuriosity

A câmera HiRISE é operada pela Universidade do Arizona em Tucson. O instrumento foi construído pela Ball Aerospace & Technologies Corp., em Boulder no Colorado. O Mars Reconnaissance Orbiter Project e o Mars Exploration Rover Project são projetos administrados pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, na Califórnia, para o Science Mission Directorate da NASA em Washington. O JPL é uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena. A empresa Lockheed Martin Space Systems, em Denver, no Colorado construiu o veículo orbital.

Para mais informações sobre a Mars Reconnaissance Orbiter visite: http://www.nasa.gov/mro .

Fonte:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.cfm?release=2012-232&cid=release_2012-232&msource=12232

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.