fbpx
28 de novembro de 2021

Enquanto Você Almoçava Asteroide 2011 MD Passou de Raspão na Terra

Um asteroide do tamanho de um ônibus passou hoje, dia 27 de Junho de 2011 tão perto da Terra, que ele estará mais perto do que alguns satélite do nosso planeta.

O pedaço de rocha, denominado de asteroide 2011 MD, passou a apenas 12000 km acima da Terra, fazendo uma curva bem fechada, forçada pela gravidade da Terra antes de voltar a vagar pelo espaço novamente. O ponto mais próximo da órbita do asteroide com relação a Terra ocorreu às 14:00, hora de Brasília.

Não existe nenhum risco de impacto, disseram os cientistas da NASA. A rocha espacial tem um tamanho estimado entre 9 e 30 metros e é muito pequena para sobreviver à jornada pela atmosfera da Terra caso um impacto acontecesse. Um asteroide desse tamanho, se for constituído principalmente de rochas, se quebraria e queimaria antes de atingir a superfície da Terra. Rochas espaciais constituídas de ferro sobrevivem melhor ao processo de reentrada. Além disso, os cálculos mostraram que o asteroide 2011 MD fez uma curva fechada na Terra e voltou a sua órbita.

“Não existe chance do asteroide 2011 MD se chocar com a Terra, mas os cientistas aproveitarão essa proximidade para estudá-lo em detalhe”, disseram os astrônomos da NASA do Asteroid Watch Program no JPL.

Na sua maior aproximação com a Terra o asteroide passou sobre a costa da Antártica. Ele passou bem abaixo da órbita de satélite geosincronizados que orbitam o nosso planeta a 35786 km de altura. Especialistas dizem que é mínima a chance do asteroide atingir um satélite, simplesmente porque existe um espaço muito grande entre eles e uma quantidade relativamente pequena de satélites.

O asteroide passou bem acima da órbita da Estação Espacial Internacional que fica a 354 km acima da Terra.

Objetos do tamanho do 2011 MD normalmente fazem passagens próximas da Terra como  evento de hoje a cada seis anos aproximadamente, estima a NASA. Contudo, nem todos eles são descobertos. Esse pedaço de rocha foi descoberto no dia 22 de Junho de 2011. A passagem mais próxima de um asteroide em relação à Terra ocorreu no dia 4 de Fevereiro de 2011 quando o 2011 CQ1 passou a 5471 km acima da superfície da Terra.

O asteroide 2011 MD, pelas estimativas seria visível com telescópios médios e por observadores experientes que fossem capaz de encontrar o objeto se movendo. Mesmo a NASA não espera ver muito o asteroide.

“Provavelmente não publicaremos fotos do asteroide, mesmo porque ele será apenas um ponto de luz se movimentando”, disse Don Yeomans, do Near-Earth Object Program da NASA. “Astrônomos tentarão usar radar para fazer observações do 2011 MD, mas ele é tão pequeno que mesmo que tenham sucesso, as imagens não serão nada espetaculares”.

Fonte:

http://www.space.com/12082-asteroid-2011-md-headed-earth.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo