fbpx

Encontrada A Matéria Perdida do Universo – Space Today TV Ep.1331

—————————————————————————–

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www2.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!

—————————————————————————–

**** VAKINHA DOS ALUNOS DE PÓS EM ASTRONOMIA DA USP!

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/astronomos-da-usp-precisam-de-apoio-para-ir-ao-observatorio-eso

AJUDE O FUTURO DA ASTRONOMIA NO BRASIL!!!

—————————————————————————–

**** TWITTER DO PROFESSOR JORGE MELENDEZ DA USP – SIGA AGORA!!!

https://twitter.com/DrJorgeMelendez

—————————————————————————–

Nós sabemos, ou pelo menos temos uma boa ideia de que o universo é formado na sua maioria de matéria escura e energia escura, sendo que entre 4 e 5 por cento somente é formado da matéria ordinária, estrelas, galáxias, planetas, pessoas, e tudo que podemos tocar e ver.

Essa matéria recebe o singelo nome de matéria bariônica.

Porém, existe um pequeno problema, a maior parte dessa matéria bariônica também não é detectada e isso representa um dos maiores mistérios da astrofísica moderna, o mistério é conhecido como os bariôns perdidos.

A quantidade de matéria ordinária pode ser estimada a partir das observações da radiação cósmica microondas de fundo, que data do início do universo, cerca de 380 mil anos depois do Big Bang.

O que acontece é que a estimativa dá um valor e a observação dá outro, e desse modo, mais de metade da matéria ordinária não é observada.

Para vocês terem uma ideia, se contarmos a população das estrelas nas galáxias no universo, mais o gás interestelar que permeia as galáxias, isso só dá 10% de toda a matéria ordinária existente.

se somarmos o gás quente e difuso nos halos galácticos, e o gás ainda mais quente que preenche os aglomerados de galáxias, chegamos a menos de 20% da matéria ordinária.

Os astrônomos suspeitavam que essa matéria perdida estaria localizada nos filamentos da chamada teia cósmica, onde a matéria é menos densa e mais difícil de ser observada.

Usando diferentes técnicas durante anos eles conseguiram detectar parte da matéria, chegando a respeitáveis 60%.

Mas e o resto onde está?

Um grupo de astrônomo resolveu continuar a busca, dessa vez usando os raios-X.

Eles observaram um quasar bem distante, localizado a 4 bilhões de anos-luz de distância da Terra, durante 18 dias entre 2015 e 2017.

E como um farol, o quasar iluminou uma parte da teia cósmica que ainda não tinha sido detectada pelos astrônomos, na verdade, a radiação de raios-X do quasar traçou o oxigênio reservado na teia cósmica.

Para delírio dos astr6onomos isso aconteceu em dois pontos e com isso eles puderam traçar uma metodologia para utilizar os quasares distantes na descoberta da matéria ordinária perdida.

Essa parte da matéria pertence ao chamado meio intergaláctico quente, e os astr6onomos pretendem usar o chandra e o XMM-Newton para buscar outros quasares e encontrar ouotro pontos de iluminação.

Em 2028, a ESA irá lançar a missão Athena, que será muito mais sensível e com isso, o trabalho dos astrônomos em busca da matéria perdida ficará muito mais fácil.

O importante é que agora eles conseguiram desenvolver a metodologia necessária e com um novo equipamento eles serão capazes de aplicar tal metodologia na detecção da matéria perdida.

Fonte:

http://www.esa.int/Our_Activities/Space_Science/XMM-Newton_finds_missing_intergalactic_material

https://www.padrim.com.br/spacetoday

Seja meu Patrão:

http://www.patreon.com/spacetoday

=====================================================

Seja um apoiador do Space Today:

https://apoia.se/spacetoday

=====================================================

Conheça a Agência Marcos Pontes e torne o seu sonho de conhecer o ESO em realidade:

http://www.agenciamarcospontes.com.br

http://www.agenciamarcospontes.com.br/visita-observatorios-telescopios-eso-atacama-viagem.php

=====================================================

Seja meu Patrão:

http://www.patreon.com/spacetoday

=====================================================

Apoio e apresentação:

http://deviante.com.br

A nova casa do SciCast

=====================================================

Science Vlogs Brasil:

https://www.youtube.com/channel/UCqiD87j08pe5NYPZ-ncZw2w/featured

http://scienceblogs.com.br/sciencevlogs/

https://www.youtube.com/channel/UCqiD87j08pe5NYPZ-ncZw2w/channels?view=60

=====================================================

Meus contatos:

BLOG: https://spacetoday.com.br

FACEBOOK: http://www.facebook.com/spacetoday

TWITTER: http://twitter.com/spacetoday1

YOUTUBE: http://www.youtube.com/spacetodaytv

Obrigado pela audiência e boa diversão!!!

=====================================================

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.