Direto do Observatório Lunar Vaz Tolentino: As Crateras Clavius e Tycho

CLAVIUS & TYCHO.

(créditos: Tolentino.)

TYCHO– (diâmetro: 85 Km (53 milhas), Lat: 43.3º S  Long: 11.2º W).

CLAVIUS– (diâmetro: 245 Km (153 milhas), Lat: 58.8º S  Long: 14.1º W).

Foto nos mapas LAC 112 e LAC 126.

Quem foi Tycho Brahe (1546 – 1601) ? Famoso astrônomo e nobre dinamarquês, conhecido por suas observações precisas e compreensivas sobre astronomia e especialmente planetas, inédito em seu tempo.

Quem foi Christopher Clavius (1538 – 1612) ? Jesuíta, matemático e astrônomo germânico, foi um dos principais projetistas do calendário gregoriano moderno. Foi provavelmente o mais respeitado astrônomo da Europa em seu tempo.

Tycho é uma cratera de impacto bastante jovem (“apenas” 100 milhões de anos), com paredes internas altas (profundidade 4,8Km), que claramente apresentam formas de degraus ou curvas de nível (terraced). Seu piso é plano e contém um pico central com 1500 m de altitude. Tycho possui o mais brilhante, maior e importante sistema de raios causados por material ejetado pelo impacto de sua criação. A região alta onde Tycho se encontra é repleta por crateras de impacto de diversos tamanhos, muitas sobrepondo outras mais antigas. A borda de Tycho é bem delineada, bem diferente do que acontece com velhas crateras, cujas bordas sofreram degradação causada por impactos subseqüentes. 

Clavius é uma enorme e antiga cratera existente perto do limbo sul da Lua, numa região acidentada e montanhosa, crivada de antigas crateras de impacto. Suas paredes internas são irregulares, apresentando deformações e um grande declive.

Seu piso extenso e plano apresenta resquícios de uma minúscula montanha e revela os sinais da bateria de impactos que sofreu, hospedando muitas pequenas crateras. As principais crateras de impacto no interior de Clavius formam um perfeito arco de círculo, com uma correta seqüência decrescente de tamanho das crateras, criando uma figura harmônica.  Clavius é a 3ª maior cratera do lado visível da Lua.

Porter e Rutherfurd são duas jovens e pequenas crateras na borda de Clavius. Os impactos que as criaram ocorreram sobre os terrenos irregulares, acidentados e desnivelados das bordas de Clavius, sendo que, as extremidades de cada uma dessas pequenas crateras, estão com um lado na parte alta da parede de Clavius e o outro no velho piso de Clavius. A profundidade de Clavius chega perto de 5 Km e, dessa forma, as duas jovens e pequenas crateras estão num declive muito grande para dentro da grande e velha cratera.

Dados técnicos da foto:

Autor:

Ricardo José Vaz Tolentino.

Data e Hora:            

?27? de ?março? de ?2011, ??05h35m.

Foto com apenas 1 frame, sem longa exposição ou “empilhamento”. Não foram utilizados filtros.

Telescópio:                        

Refletor Dobsoniano SkyWatcher Collapsible Truss-Tube;

Diâmetro Espelho Primário:      

305mm (12”);

Distância Focal:                 

1500mm;

Focal/Ratio – (f/):               

5;

Tripé ou Montagem:                     

Dobsoniana;

Barlow:                                

SmartAstronomy 2,5X Barlow;

Câmera:                               

Orion StarShoot Solar System Color Imager III;

Não deixem de visitar o site oficial do Observatório Lunar Vaz Tolentino na internet onde é possível encontrar centenas de imagens da Lua além de muitas informações sobre astronomia e ciência em geral. Visitem o remodelado site do VTOL: www.vaztolentino.com.br

Fonte:

http://www.vaztolentino.com.br/imagens/6264-CLAVIUS-TYCHO#photo_description

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo