fbpx
29 de fevereiro de 2024

Diferenças no Material Ejetado de Uma Cratera na Lua Contam História Estratigráfica do Satélite


Esse material ejetado pouco comum é blocado e exibe alta e baixa refletância além de ser ejetado de uma cratera bem jovem da Lua, localizada nas terras altas nas coordenadas 3.348º N, 259.724ºE. Crateras blocadas podem se formar quando um impacto ocorre num material alvo mais coerente, mas e a diferença e refletância, o que seria responsável por isso?

A diferença de refletância tem duas possíveis causas. As duas listras de material ejetado poderiam ter origem em crateras separadas, ou o material ejetado poderia ser o resultado de diferentes composições da rocha alvo atingida pelo bólido que criou a cratera na Lua. Como ambas as faixas de material ejetado apontam para uma mesma cratera sem nome, o contraste de refletância no material ejetado é muito provavelmente causado pela diferença composicional da subsuperfície. Como a imagem de contexto, mais aberta mostra que o material ejetado de maior refletância prevalece uma camada de rocha de refletância um pouco menor é provavelmente a culpada por isso.

Fonte:

http://lroc.sese.asu.edu/news/index.php?/archives/489-Shades-of-Grey.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo