Cratera Petavius: Um Buraco no Solo Lunar Repleto de Feições Interessantes

Parecendo um imponente forte com torres, o complexo do pico central da Cratera Petavius quase rouba a cena da massiva trincheira que liga o anel da cratera ao seu pico central. A cratera Petavius possui muitas feições invulgares que são difíceis de serem consideradas todas. Aqui vai uma lista: (1) a trincheira, (2) a continuação da trincheira que se assemelha a uma estrada de ferro ao longo e além do anel da cratera, (3) o anel sudoeste achatado, (4) o domo de depósitos piroclásticos, (5) canais radiais e concêntricos, (6) um rastro quase que fantasma de um anel de colinas como se fosse uma transição para o pico central da bacia e (7) a aparência de domo da região central da cratera. A maior parte dessas feições podem ser explicadas pela ideia de que a Petavius é uma cratera de interior fraturado. O modelo padrão é que a brecha de impacto sob uma grande cratera próxima a um mar é invadida por uma massa de magma surgente que levanta o interior da cratera. Isso causa as feições numeradas com 7 e 5, e alguma parte desse magma chega até a superfície levando à formação da feição numerada com 4. Como a Petavius é grande ela está no fim das bacias de transição, por isso o surgimento da feição (6). As outras três feições enumeradas parecem não estar relacionadas com essas. Mas as feições (1) e (2) claramente estão relacionadas. Uma questão levantada sobre a feição (3) é que seria ela uma cratera mais antiga coberta na sua maioria pela Petavius?

Fonte:

http://lpod.wikispaces.com/April+4%2C+2011

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.