fbpx
24 de fevereiro de 2024

A Cratera Dawes na Lua


A parede da cratera Dawes, na Lua, localizada nas coordenadas, 17.21 graus de latitude norte e 26.32 graus de longitude leste contém seções de espetaculares camadas de basaltos de mares. Contudo, a perda de massa, um processo geológico onde o material se move caindo pelas paredes da cratera graças a gravidade, tem iniciou a cobertura parcial desses maravilhosos afloramentos lunares. Fluxos granulares começaram acima do afloramento e então fluíram parede a baixo até o interior da cratera. Como pode ser visto na imagem principal desse post a topografia do afloramento de basalto fez com que o fluxo desviasse em passagens mais estreitas, longe de uma única passagem de fluxo diretamente para o interior da cratera. Como a cratera Dawes tem bilhões de anos de vida, o afloramento de basalto de mar eventualmente será totalmente coberto por material granular devido ao escorregamento das paredes da cratera e também devido à continuidade do processo de perda de massa.

Fonte:

http://lroc.sese.asu.edu/news/index.php?/archives/493-Dawes.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo