Conhecendo Um Pedacinho da Lua: A Cratera Endymion

Diâmetro: 122 Km;

Profundidade: 4 Km

Coordenadas Selenográficas: LAT: 53° 36? 00? N, LON: 56° 30? 00? E.

Período Geológico Lunar: Provavelmente Pré-Nectárico (Pré-Nectarian): 4,5 bilhões (logo após o tempo da formação inicial da Lua) até 3,92 bilhões de anos atrás.

Melhor período de observação: 3 dias após a Lua nova ou 2 dias após a Lua cheia.

Quem foi ENDYMION? Segundo a Mitologia Grega, ENDYMION era um jovem e belo pastor que foi dormir em Mont Latmos, região da Turquia. Sua beleza então mexeu com o frio coração de Selene, deusa da Lua, que desceu para a Terra e o beijou. ENDYMION então dormiu para sempre, eternamente belo.

ENDYMION é uma antiga e destacada cratera de impacto de formato circular localizada próximo ao limbo nordeste da Lua, a leste do Mare FRIGORIS. Por estar perto do limbo, quando observada da Terra através de telescópio, ENDYMION apresenta um formato oval ou elíptico.

A muralha exterior é muito larga e desgastada por sucessivos impactos de pequenos meteoritos ao longo de sua existência. Próximo à sua borda oeste localiza-se a cratera Endymion J (diâmetro: 67 Km) e próximo à borda nordeste, localiza-se a cratera Endymion A (diâmetro: 30 Km).

No passado lunar o grande piso de ENDYMION foi inundado por lava basáltica, tornando-o muito plano, liso e muito escuro (baixo albedo), o que faz com que essa cratera se destaque de seu meio exterior, tornando-se um alvo fácil de ser localizado. Antes de ser inundada, ENDYMION tinha piso mais baixo e um pico central. Mas, mesmo assim, o topo de suas paredes costumam atingir em alguns pontos, mais de 4 Km em relação ao atual nível do piso interno da cratera.

A superfície desse piso interno não apresenta nenhum destaque digno de nota, a não ser 4 diminutas crateras, próximas da borda noroeste, difíceis de enxergar, além de tênues estrias de raios claros brilhantes (quase imperceptíveis), provenientes de material ejetado nos impactos que criaram certas crateras vizinhas mais jovens, como a cratera THALES.

Detalhes Técnicos:

Autor: Vaz Tolentino;

Data e Hora: 08? de ?abril? de ?2012, ??02:14:48 (05:14:48 UT);

Refletor Dobsoniano Sky-Watcher Collapsible Truss-Tube 12” (305 mm), f/5;

Câmera: Orion StarShoot Solar System Color Imager III + Celestron Ultima 2X Barlow – foto com apenas 1 frame.

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.