fbpx
22 de fevereiro de 2024

Com Dados Da Sonda Dawn da NASA Pesquisador Gera Vídeo 3D E Faz Passeio Sobre o Asteroide Vesta


Nesse post você poderá desfrutar de um voo sobre o asteroide Vesta junto com a sonda Dawn da NASA. A sonda Dawn está orbitando o Vesta desde 15 de Julho de 2011, obtendo assim, imagens de alta resolução da sua superfície repleta de crateras e saltos e realizando importantes medidas científicas das propriedades dessa rocha espacial.

O vídeo apresentado nesse post, é um vídeo 3D, por isso ele é visto melhor com os famosos óculos 3D. O vídeo foi feito com imagens obtidas pela sonda Dawn entre os meses de Julho e Agosto de 2011. O vídeo foi criado pelo membro da sonda Dawn, Ralf Jaumann do Centro Aeroespacial Alemão (DLR).

As imagens que compõem o vídeo foram obtidas quando a sonda Dawn fazia sua aproximação ao asteroide Vesta, e enquanto orbitava o gigantesco asteroide em sua primeira órbita científica, conhecida como órbita de pesquisa, a uma altura de aproximadamente 2700 quilômetros sobre o asteroide. O vídeo começa com uma visão global do Vesta desde o seu plano do equador, onde uma misteriosa banda de cadeias lineares e vales podem ser vistas. O filme então corta para um sobrevoo das jovens crateras no hemisfério norte do asteroide, onde mostra um interessante alinhamento de crateras que tem feito muitos cientistas se referirem como as crateras do boneco de neve. Depois disso esse sobrevoo mostra uma massiva montanha no polo sul de Vesta, com 25 quilômetros de altura, ou mais do que duas vezes a altura do monte Everest.

“Se você deseja saber como seria explorar um novo mundo como o Vesta, esse vídeo lhe dá a chance de ver essa exploração de perto”, disse Jaumann. “Os cientistas estão debruçados sobre essas imagens com o objetivo de aprenderem mais sobre como as crateras, vales e dobras desse novo mundo foram criadas”.

O Vesta é o segundo objeto mais massivo localizado no cinturão de asteroide principal, localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter. A sonda Dawn está atualmente fazendo um movimento em espiral e descendo para uma altitude menor que colocará a sonda a aproximadamente 210 quilômetros acima da superfície do Vesta.

“Os dados obtidos pela sonda Dawn têm revelado a topografia acidentada e a complexa textura da superfície do Vesta, como podemos ver nesse vídeo”, disse Carol Raymond, principal pesquisadora no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena na Califórnia. “Em breve nós adicionaremos outras peças a esse quebra cabeça como dados sobre a composição química, a estrutura interior, e a idade geológica e seremos então capazes de escrevermos a história completa desse protoplaneta remanescente e sobre o início do Sistema Solar”.

A sonda Dawn foi lançada em Setembro de 2007 e chegou ao Vesta em 15 de Julho de 2011. Depois de um ano de estudo ao redor do Vesta, a sonda Dawn partirá em Julho de 2012 rumo a outro planeta anão, Ceres, o maior objeto do cinturão principal de asteroides do Sistema Solar, onde deve chegar em 2015.

A missão Dawn da NASA ao Vesta e ao Ceres é gerenciada pelo JPL para o Science Mission Directorate da NASA em Washington. O JPL é uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena. A sonda Dawn é um projeto do Discovery Program, gerenciado pelo Centro de Voo Espacial Marshall da NASA em Huntsville, Alabama. A UCLA é responsável pela missão geral da sonda Dawn. A Orbital Sciences Corp. em Dulle, Va., desenhou e construiu a sonda Dawn. O Centro Aeroespacial Alemã, o Instituto Max Planck para Pesq uisa do Sistema Solar, a Agência Espacial Italiana e o Instituto Nacional Italiano de Astrofísica são os parceiros internacionais da missão da sonda Dawn.

Para mais informações sobre a missão da sonda Dawn, visite: http://www.nasa.gov/dawn e  http://dawn.jpl.nasa.gov.

Para seguir a missão Dawn no Twitter, visite: http://www.twitter.com/NASA_Dawn .

Fonte:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.cfm?release=2011-366&cid=release_2011-366&msource=11366&tr=y&auid=9941597


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo