China Lança Mais 2 Satélites – Gaofen 9 e o Q-SAT

A China continua na sua rotina insana de lançamentos, acaba de completar o vigésimo segundo do ano de 2020.

No dia 6 de agosto de 2020, a China lançou um novo satélite de observação da Terra com um pequeno satélite companheiro feito pela Universidade de Tsinghua.

Um foguete Long March 2D foi lançado desde Kiuquan, que fica no Deserto de Gobi, à 1:01, hora de Brasília.

A principal carga foi o Gaofen 9 (04), um satélite óptico de observação da Terra, capaz de retornar imagens de alta resolução e distinguir feições com 1 metro de comprimento.

Os dados obtidos pelo satélite servirão para ajudar na pesquisa em solo, no planejamento das cidades, no desenvolvimento de estradas, na prevenção de desastres e na mitigação dos mesmos e no monitoramento de plantações.

A carga útil desse lançamento foi o quarto satélite Gaofen 9 lançado, sendo que dois outros dessa mesma família também foram lançados esse ano. O satélite lançado no dia 6 de agosto de 2020 irá se juntar ao conjunto Gaofen e a outros satélites de observação da Terra, que fazem parte do sistema chinês chamado de China High-Resolution Earth Observation System, ou CHEOS.

Junto com o Gaofen 9 foi lançado um satélite de estudo gravimétrico e da atmosfera da Universidade de Tsinghua, o satélite é chamado de Q-SAT. O projeto irá verificar a tecnologia e irá medir a densidade atmosférica além de coletar dados do campo de gravidade da Terra.

A China Aerospace Science and Technology Corporation, ou CASC, desenvolveu e construiu o satélite Gaofen 9. A Shanghai Academy of Spaceflight Technology, ou SAST, um dos maiores institutos sob o CASC, constuiu o foguete Long March 2D de dois estágios. Essa é a principal construtora de foguetes da China que tem instalações em Beijing e Shanghai.

O lançamento do dia 6 de agosto de 2020, marcou o quinquagésimo lançamento do foguete Long March 2D que teve seu primeiro lançamento em agosto de 1992. O veículo sofreu somente uma falha parcial até hoje em 2016, quando 3 satélites foram enviados para uma órbita mais baixa do que a programada.

A China já realizou 22 lançamentos de foguetes em 2020, incluindo entre eles o lançamento da sonda Tianwen-1 para Marte. Três dos 22 lançamentos falharam.

O país liderou os lançamentos no mundo todo em 2018 e 2019 com 39 e 34 lançamentos respectivamente. A CASC disse que pretende fazer 40 lançamentos no ano de 2020, e ainda terão alguns lançamento comerciais chineses com as empresas Expace e Galactic Energy.

Fonte:

https://www.space.com/china-launches-gaofen-earth-observing-satellite.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo