Chandra: Escutando a Luz


Quando você olha para cima durante a noite você vê um céu repleto de estrelas, lógico se estiver no campo ou num local longe da poluição luminosa. A luz das estrelas, assim como a luz de uma lanterna é uma forma de radiação eletromagnética . A luz é constituída de ondas, e as diferentes cores da luz têm diferentes comprimentos de onda. Por exemplo, a luz vermelha tem um comprimento de onda maior do que o da luz azul. Mas as cores que nós enxergamos com nossos olhos são somente uma parte da história. O espectro eletromagnético se espalha desde as ondas de rádio, com comprimentos de onda maiores que um carro, até os raios gamma com comprimentos de onda menores que o núcleo de um átomo.

Nós podemos aprender muito olhando as coisas com os nossos olhos, ou com os telescópios ópticos orbitais. Mas as diferentes partes do espectro podem revelar imagens e um universo muito diferente do que conhecemos normalmente. O vídeo acima mostra como o Chandra vê o universo com seus olhos especiais e como suas descobertas têm ajudado a entender melhor toda a complexidade do cosmos.

Crédito: NASA/CXC/SAO

Fonte:

http://chandra.harvard.edu/resources/podcasts/hd/index.html


Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.