fbpx
30 de novembro de 2021

Câmera HiRISE Registra Imagem em Alta Resolução da Parede Leste Ao Longo Do Vale Ma’adim em Marte

Essa imagem de Marte foi originalmente sugerida como parte do projeto HiRISE Quest Student Image Challenge pelo clube de ciências de Ms. Kathleen Hartrum no Conestoga Middle School em Beaverton no Oregon. Os estudantes estavam interessados em aprender se essa região do Vale Ma’adim em Marte preservava alguma evidência do fluxo de água que ocorreu ali no passado e que pudesse ser observado com a resolução da câmera HiRISE.

O Vale Ma’adim é um dos maiores sistemas de vales antigos de Marte. Ele fica localizado nas terras montanhosas do hemisfério sul de Marte e se estende em direção ao sul por mais de 700 quilômetros antes de terminar na Cratera Gusev onde a sonda Spirit pousou e explorou. Essa imagem feita pela câmera HiRISE fornece uma visão de alta resolução de uma porção da parede leste do vale na metade do caminho do sistema de vales.

Na imagem da câmera HiRISE, a presença de numerosas feições parecidas com canais na parte inferior da parede e da região de terraço sugere que a água fluía no Vale Ma’adim no passado remoto. Contudo, a ação do vento e de outros processos provavelmente preencheram qualquer feição menor formada pelo fluxo de água. É possível notar na imagem numerosas pequenas crateras de impacto primitivas com coberturas ejetadas em forma de lobo de tonalidade clara espalhada pela região. Isso sugere que elementos voláteis como a água podem ter persistido em regiões próximas à superfície. Uma fina névoa se concentra nas partes inferiores dos vales e acentua os traços dessa região agora seca, mas que no passado era o caminho para a água. Na parte superior das paredes dos vales, os ventos têm soprado listras  de sedimentos de tonalidade clara desde as planícies ao redor na direção oeste para o interior do vale.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/ESP_022848_1595

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo