fbpx

Buracos Negros Supermassivos: Dicas Sobre a Natureza da Matéria Escura?

Aproximadamente 23% do universo é constituído de uma misteriosa matéria escura, material invisível somente detectável através da sua influência gravitacional nos objetos a sua volta. Agora, dois astrônomos baseados na Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) encontraram uma pista do comportamento próximo aos buracos negros.

No início do universo acreditava-se que agrupamentos de matéria escura atraiam o gás que então se aglutinava em estrelas que eventualmente se uniam em galáxias que nós observamos hoje. Nos esforços para entender a formação das galáxias e a evolução delas, os astrônomos têm gasto grande quantidade de tempo tentando simular a matéria escura que construiu esses objetos.

Os astrônomos do UNAM, Dr. Xavier Hernandez e o Dr. William Lee, calcularam a maneira pela qual os buracos negros encontrados no centro das galáxias absorvem a matéria escura. Esses buracos negros têm algo entre milhões e bilhões de vezes a massa do Sol e atraem matéria numa elevada taxa.

Os pesquisadores modelaram a maneira pela qual a matéria escura é absorvida pelos buracos negros e encontraram que a taxa pela qual isso acontece é muito sensível à quantidade de matéria escura encontrada na vizinhança dos buracos negros. Se essa concentração for maior que uma densidade crítica de 7 vezes a massa do Sol de matéria dispersada para cada ano-luz cúbico do espaço, a massa do buraco negro iria aumentar rapidamente, capturando uma grande quantidade de matéria escura, que em breve alteraria tudo na galáxia.

O Dr. Hernandez explica, “Por mais de bilhões de anos desde a formação das galáxias, essa absorção de matéria escura nos buracos negros teria alterado a população de galáxias além daquelas que nós observamos atualmente”.

Seu trabalho sugere que a densidade de matéria escura no centro das galáxias tende a um valor constante. Comparando suas observações com os modelos atuais de previsão de evolução do universo, Hernandez e Lee, concluíram que é provavelmente necessário mudar algumas premissas que apóiam esse modelo – a matéria escura não se comporta da maneira como os cientistas imaginam.

Fonte:

http://www.ras.org.uk/index.php?option=com_content&task=view&id=1724&Itemid=2

http://www.universetoday.com/2010/03/22/astronomers-find-black-holes-do-not-absorb-dark-matter/

http://arxiv.org/PS_cache/arxiv/pdf/1002/1002.0553v1.pdf

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .