Bolha de Lama Salgada Formou o Ahuna Mons Em Ceres

Quando a sonda Dawn da NASA chegou em Ceres, ela registrou algumas feições bem interessantes, incluindo o Ahuna Mons, a maior montanha do planeta anão. Essa montanha tem uma altura máxima de 5 quilômetros. Dado que Ceres tem menos de 1000 quilômetros de diâmetro, o Ahuna Mons é algo bem destacado em Ceres. Para se ter noção da escala, é como se tivéssemos uma montanha de 67 m de altura na Terra.

A formação peculiar emergiu de um terreno plano e tem faixas brilhantes indo do topo até a base da montanha pelos seus taludes. Não existe outra montanha como essa em Ceres e os pesquisadores acreditam que essa montanha seja o produto de um curioso fenômeno geológico. Como foi reportado na revista Nature Geoscience, os pesquisadores acreditam que o Ahuna Mons foi formado quando uma bolha de sal, água e rocha começou a ser empurrada através da superfície.

Usando dados da sonda Dawn, os cientistas encontraram evidências sugerindo que o manto abaixo da crosta do planeta não é sólido e rígido. Ele é no mínimo parcialmente fluido e tem movimentos convectivos no seu interior, potencializado pelo calor gerado pelo decaimento dos elementos radioativo. Uma pluma de salmora e lama extrudindo pela crosta pode explicar a forma e a composição da montanha.

“Ficamos emocionados por sermos capazes de descobrir que processo acontece no manto de Ceres, logo abaixo do Ahuna Mons, que foi responsável por trazer esse material para a superfície. Claro, que o Ahuna Mons nos trouxe muitas dúvidas, pelo fato da sua forma parecer com um vulcão”, disse Ottaviano Ruesch, principal autor da ESA.

Rastreando como a sonda orbita o planeta anão, os pesquisadores foram capazes de criar um mapa do seu campo gravitacional. Abaixo do Ahuna Mons existe uma anomalia gravitacional. E isso deixou os pesquisadores animados.

“Nós estamos olhando em detalhe essa anomalia, e um processo de modelagem revelou que existe um bulbo no manto de Ceres”, adicionou Ruesch. “A conclusão foi óbvia: a mistura de substâncias fluídas e rochas chegaram até a superfície e se amontoaram formando o Ahuna Mons”.

Ceres é o maior objeto no cinturão de asteroides e o único planeta anão que está sempre dentro da órbita de Netuno. O nome Ahuna Mons vem de um festival de colheita do grupo étnico Sumi Naga na Índia.

Fonte:

https://www.iflscience.com/space/ceres-huge-ahuna-mons-formed-from-a-bubble-of-salty-mud/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.