Astrônomos Chineses Descobrem 591 Estrelas de Alta Velocidade na Via Láctea

Uma equipe de pesquisadores da China descobriu 591 estrelas de alta velocidade nos dados obtidos pelo Large Sky Area Multi-Object Fiber Spectroscopic Telescope, ou LAMOST e pelo satélite Gaia da Agência Espacial Europeia.

Estrelas de alta velocidade são aquelas que se movem entre 65 km/s e 100 km/s com relação à velocidade média das outras estrelas, e podem em algum momento escapar da nossa galáxia. Das estrelas recém-descobertas, 43 delas podem escapar da força gravitacional da Via Láctea no futuro e saírem vagando pelo espaço intergaláctico.

Um total de mais de 550 estrelas de alta velocidade já foram encontradas desde a primeira descoberta em 2005. A nova descoberta dobrou o número de estrelas conhecidas.

As estrelas de alta velocidade podem fornecer ideias sobre um grande número de tópicos dentro da ciência galáctica, desde informações sobre o buraco negro central da Via Láctea até informações importantes sobre o halo galáctico.

Os pesquisadores analisaram as propriedades químicas e cinéticas de 591 estrelas de alta velocidade e descobriram que elas são estrelas localizadas dentro do halo. A metalicidade das estrelas indica que o halo estelar se formou como consequência da acreção e da ruptura de maré das galáxias anãs.

Fonte:

[https://news.cgtn.com/news/2020-12-28/Chinese-astronomers-discover-591-high-velocity-stars-WAefTZhM0o/index.html]

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.