Astrofotografia: Um Olhar Super Profundo na NGC 891

Essa imagem é a chamada “primeira luz” para o notável observatório do astrônomo amador R. Jay Gabany e mesmo sendo uma foto amadora ela pode ser considerada a visão mais profunda e mais detalhada da impressionante galáxia espiral NGC 891 que aparece de lado para a perspectiva da Terra. Essa primeira fotografia desse novo observatório na Califórnia, inclui quase 35 horas de exposição. Como resultado, centenas de pequenas e muito mais distantes galáxias podem ser vistas na imagem como estruturas bem pequenas que cruzam a borda da galáxia. Se você visitar a página de Jay na internet (www.cosmotography.com) é possível ver versões maiores onde é possível observar apagadas nuvens de poeira chamadas de cirros, que nunca tinham sido vistas antes dentro da NGC 891 nessa escala.

“No último outono eu movi o meu observatório remoto desde o sul das montanhas centrais do novo México onde eu fiz imagens nos últimos cinco anos até o alto das montanhas de Sierra Nevada, entre o Yosemite e o Canyon Nationl Park de Kings, na porção leste central da Califórnia…Para mim, a primeira imagem incluiu muitos testes de exposição feitos para garantir que os instrumentos estavam trabalhando em perfeito estado. Como resultado eu escolhi um objeto familiar de modo que eu pudesse identificar rapidamente os problemas. Com sorte eu tive alguns desafios e o meu novo observatório remoto está agora operando suave e com confiança”.

A NGC 891 está localizada na constelação do céu do norte de Andrômeda. Ela é facilmente visível com pequenos telescópios nessa época do ano e um dos alvos favoritos para os astrofotógrafo. “Contudo, nenhuma imagem dessa galáxia, pelo menos no que se tem conhecimento, é tão profunda e revelou tantos detalhes como essa”, disse Jay.

O astrônomo amador Jay foi reconhecido pela American Astronomical Society (AAS) e pela revista Sky  & Telescope com o prêmio Chambliss Amateur Achievemtns Award pelo seu trabalho com o Dr. David Delgado e sua equipe de astrônomos profissionais. O prêmio é dado anualmente para um astrônomo amador da América do Norte que faz importantes contribuições para a pesquisa científica.

Jay, foi citado como sendo um dos mais importantes astrônomos amadores e astrofotógrafo da década passada. “ele executou de forma única o trabalho dedicado e cuidadoso levando para uma nova direção a exploração da evolução da galáxia via imagens de brilho baixo de superfície da estrutura de halo da galáxia”, diz o release lançado pela AAS. “Gabany devotou centenas de horas trabalhando com astrônomos profissionais para fazer imagens profundas que revelam correntes de marés apagadas e anéis nos halos externos das galáxias, indicando a recente interação de uma galáxia maior com galáxias satélites anãs, suportando assim os estudos de evolução e formação galáctica”.

Fonte:

http://l.wbx.me/l/?p=1&instId=d3914e8e-487e-4fd9-9575-c46310222503&token=757705e3fa91a0433a51e39297af81449ce85d340000012db78eb3e0&u=http://www.universetoday.com/82774/astrophoto-deep-deep-look-at-ngc-891/

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo