fbpx
23 de fevereiro de 2024

As Nebulosas IC 59 e IC 63 na Constelação da Cassiopeia


Esses anéis brilhantes e as formas fluídas sugerem algo como um sorvete derretendo só que em escala cósmica. Olhando na direção da constelação da Cassiopeia, a paisagem colorida acima destaca as nuvens varridas em forma de cometa da IC 59 (à esquerda) e da IC 63 (à direita). Localizadas a aproximadamente 600 anos-luz de distância as nuvens não estão derretendo de verdade, mas elas estão sim se dissipando lentamente, sob a influência da radiação ultravioleta ionizante da estrela quente e luminosa gamma Cass. A estrela gamma Cass está fisicamente localizada entre 3 e 4 anos-luz de distância das nebulosas, um pouco fora do quadro no canto superior direito da imagem acima. Na verdade localizada um pouco mais perto da estrela gamma Cass, a IC 63 é dominada pela luz vermelha emitida pelo H-alfa à medida que os átomos ionizados de hidrogênio se recombinam com elétrons Mais distante da estrela, a IC 59 mostra uma emissão proporcionalmente menor de H-alfa porém apresenta uma coloração característica azul da poeira que reflete a luz da estrela. O campo de visão da imagem acima se estende por cerca de 1 grau ou 10 anos-luz considerando a distância estimada de gama Cass e de suas nebulosas amigas. Na imagem abaixo que mostra um campo de visão muito mais vasto pode-se ver a estrela gamma Cass brilhando intensamente juntamente com as nebulosas IC 59 e IC 63 só que agora mostrando menos detalhes.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap111103.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo