Agência Espacial Indiana, ISRO Irá Instalar Telescópios e Radares Para Monitorar o Lixo Espacial

A agência espacial indiana, Indian Space Research Organisation, ISRO, está programando uma rede de telescópios e radares para desenvolver seu próprio sistema para monitorar os detritos espaciais para poder proteger seus recursos espaciais. A rede será instalada pelo Directorate of Space Situational Awareness and Management, cuja pedra fundamental foi colocada na última sexta-feira, dia 2 de Agosto em Bengaluru. Atualmente, a ISRO tem 50  satélites funcionais, incluindo satélites de comunicações, navegação e reconhecimento no espaço.

O diretor da ISRO, K Sivan, disse, “Até agora, a ISRO estava dependente dos dados do NORAD (North America Aerospace Defense Command), que são disponíveis e de domínio público, para rastrear os detritos espaciais e monitorar nossos satélites ativos e passivos. Contudo, esses dados globais não são tão precisos. O NORAD também possui dados precisos, mas esses dados são exclusivos para os membros da sua rede. Desse modo, a ISRO não pode acessar esses dados”.

Para obter dados precisos sobre o movimento dos detritos espaciais para evitar colisões, com seus satélites, a ISRO decidiu construir uma série de telescópios e radares em quatro cantos do país. “Nosso sofisticado radar de rastreamento de múltiplos objetos, instalado em Nellore, a 90 km de Sriharikota, será parte desse projeto. Nós também colocaremos telescópios em Ponmudi (Thiruvananthapuram) e um segundo em Monte Abu (Rajasthan)  e um terceiro no norte do país. Nós também instalaremos um radar na parte nordeste do país”, disse Sivan, e ele ainda adicionou, “Uma vez que essa rede esteja operacional, nós seremos capazes de obter dados sobre os detritos espaciais e também se tornarão parte da rede global, onde nós podemos acessar dados muito precisos sobre os detritos espaciais usando assim centenas de radares espalhados ao redor do mundo”.

O directorate irá monitorar satélites inativos, pedaços de objetos em órbita, asteroides NEO e também irá monitorar condições do clima espacial adversos.

De acordo com o UM Office for Outer Space Affairs, entre 1400 e 19000 objetos artificiais são atualmente rastreados na órbita da Terra e que são satélites funcionais. O restante dos objetos é coletivamente chamado de detritos espaciais. De acordo com uma estimativa feita pela ESA existem cerca de 34000 pedaços de detritos espaciais na órbita da Terra, maiores que 10 cm de tamanho, perto de 1 milhão de pedaços entre 1 cm e 10 cm e cerca de 128 milhões de pedaços com menos de 1 cm de tamanho.

Esse número de detritos está crescendo com cada satélite que é lançado, já que muitos componentes dos foguetes se tornam inúteis no espaço depois de colocarem os satélites em órbita e se tornam detritos espaciais.

Fonte:

https://timesofindia.indiatimes.com/india/isro-to-install-telescopes-radar-to-set-up-system-to-monitor-space-debris/articleshow/70525776.cms

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.