África do Sul Inaugura o MeerKAT Com Imagem Espetacular do Centro da Via Láctea

A África do Sul oficialmente inaugurou radiotelescópio MeerKAT e a inauguração foi produzindo uma das imagens mais claras até hoje do centro da Via Láctea, onde está localizado o nosso buraco negro supermassivo o Saggitarius A.

O vice-presidente sul-africano, David Mabuza, oficialmente inaugurou as 64 antenas do radiotelescópio em Carnarvon em Northern Cape, nessa sexta-feira, dia 13 de Julho de 2018.

Os astrônomos mostraram a melhor imagem em ondas de rádio já feita do centro da Via Láctea como uma demonstração da capacidade do instrumento que irá eventualmente fazer parte de um projeto muito maior chamado de Square Kilometre Array, o SKA.

Apesar do MeerKAT atingir algum sucesso antes mesmo da inauguração como um instrumento científico, terminar o projeto e deixar ele pronto para os grandes desafios astronômicos não foi algo fácil.

“Tecnicamente estamos indo ao limite. Como um exemplo, nós identificamos problemas relacionadas com o firmware na transferência de dados pois estávamos usando a capacidade total dos switches”, explica Willem Esterhuyse, gerente geral para a área de engenharia no South African radio Astronomy Observatory, o Sarao.

A imagem do centro da galáxia segue a qualidade de imagem apresentada pelo MeerKAT mesmo antes da sua inauguração, quando no começo de 2018 observou uma magnetar.

“Embora o MeerKAT não esteja totalmente completo, ele agora é claramente um telescópio funcional. Nós estamos treinando uma nova geração de pesquisadores, e em breve jovens cientistas irão usar o que promete ser uma máquina surpreendente de descobertas”, disse o Professor Roy Maartens, SKA SA Research na Universidade de Western Cape.

O MeerKAT é tanto um projeto local, como ele também é parte de um projeto de radioastronomia muito maior, o chamado SKA que irá consistir na integração de 3000 radiotelescópios.

“Outros parceiros africanos irão abrigar as estações externas do telescópio durante o chamado SKA Phase 2 no final do ano e nós assinamos um Memorandum of Understanding, com o compromisso de ajudar a crescer o campo da astronomia nesses países”, disse Takalani Nemaungani, diretor chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia para o SKA e para o African Very Long Baseline Interferometry.

Os pesquisadores internacionais aclamaram a qualidade da imagem feita pelo MeerKAT.

“A imagem feita com o MeerKat é muito clara. Ela mostra muitas feições nunca antes observadas, incluindo fontes compactas associadas com alguns dos filamentos, que poderiam fornecer pistas para resolvermos mistérios que duram décadas”, disse Farhad Yusef-Zadeh, da Northwestern University em Evanston, Illinois, um dos maiores especialistas do mundo em estudar as misteriosas estruturas em forma de filamento presentes perto do buraco negro central da Via Láctea.

O MeerKAT irá atrair muitos astrônomos internacionais também, pois o instrumento oferece uma visão do céu que não está disponível no hemisfério norte da Terra.

Fonte:

[https://www.news24.com/Green/News/sa-celebrates-meerkat-launch-with-dramatic-milky-way-black-hole-image-20180713]

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.