A Topografia Colorida da Lua

Eu li recentemente em algum lugar que o altímetro LOLA a bordo da sonda LRO adquiriu mais de 6 bilhões de medidas da superfície lunar. Esse número ou qualquer outro que seja, é uma quantidade enorme que fará com que seja possível gerar imagens topográficas que mostrem feições de pequena escala da topografia lunar. Mas existe também uma segunda maneira de produzir uma grande densidade de medidas de elevação, uma maneira à moda antiga. Os cientistas do German Aerospace Center usam a sobreposição das imagens obtidas pela Wide Angle Camera da LRO para gerar modelos estereográficos da topografia. Isso é usado para que os cientistas ajustem milhares de pontos comuns nas imagens estereográficas e usem o afastamento devido a duas diferentes perspectivas para calcular a elevação. Atualmente os computadores automaticamente fazem os ajustes dos pontos mais rapidamente e podem construir assim modelos digitais de elevação (DEM), maiores ainda. Nesse mapa os rebentos em azul em frente à Sinus Iridum, não são raios de crateras mas sim cadeias de mar baixo. Nenhuma escala de cor foi incluída nessa imagem para mostrar qual elevação está associada com qual cor, mas as cadeias são provavelmente menores que 100 metros de altura. Com o altímetro LOLA continuando a coletar medidas e os cientistas alemães gerando imagens estereográficas em breve teremos dois mapas topográficos independentes de alta resolução da Lua.

Fonte:

http://lpod.wikispaces.com/February+26,+2011

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.