fbpx

A Terra Dinâmica

O vídeo acima na verdade é uma animação da NASA e mostra o Sol emitindo uma gigantesca explosão de energia magnética chamada de ejeção de massa coronal  e a Terra sendo prontamente protegida por seu escudo natural conhecido como o poderoso campo magnético. O Sol também continuamente bombardeia a Terra com luz e radiação. Boa parte dessa energia solar é defletida pela atmosfera da Terra ou refletida de volta para espaço pelas nuvens, pelo gelo e pela neve. O que fica aqui no nosso planeta é na verdade a energia que dirige todo o sistema terrestre, fazendo com que a grande máquina climática do planeta funcione.

O calor emitido pelo Sol, os ciclos do dia e da noite, e as estações do ano no nosso planeta são parte do que causa as correntes de vento que circulam através de todo o planeta. Esses ventos dirigem as correntes na superfície do oceano e nessa animação pode-se ver em específico as correntes fluindo na costa da Flórida.

Essa animação conecta pela primeira uma série de modelos computacionais. A visão do Sol e do campo magnético da Terra vem do modelo de Luhmann-Frisen para o campo magnético e de dois outros modelos que incorporam os dados das reais ejeções de massa coronais do Sol  feitos em Dezembro de 2006.

O NASA Community Coordinates Modeling Center (CCMC) que funciona no Goddard Space Flight Center, que é na verdade uma parceria multi-agência fornece informações sobre o chamado clima espacial para a comunidade científica internacional, gerando esses dois modelos. O modelo ENLIL é um modelo magnetohidrodinâmico tridimensional dependente do tempo da heliosfera e mostra as mudanças nas partículas que fluem e os campos magnéticos.

O modelo BATS-R-US é também um modelo magnetohidrodinâmico do plasma gerado pelo vento solar movendo-se através do dipolo do campo magnético da Terra. Ele usa medidas da densidade do vento solar, velocidade, temperatura e campo magnético obtidas pelo satélite Advanced Composition Explorer da NASA que foi lançado em Agosto de 1997 e do Solar Terrestrial Relations Observatory, também conhecido como STEREO, dois satélites que observam a estrutura e a evolução das tempestades solares.

A imagem da atmosfera da Terra veio do chamado Modern-Era Retrospective Analysis for Research and Applications, ou MERRA, um modelo computacional que usa dados do Goddard Earth Observing System Data Assimilation System Version 5, ou GOES-5 e incorpora informações obtidas por estações em terra, satélites operacionais e pela frota de satélites da NASA que observa a Terra. O modelo para o oceano é o Estimating the Circulation and Climate of the Ocean Phase II (ECCO2), um projeto conjunto entre o Massachusetts Institue of Technology em Cambridge, Mass. E o Jet Propulsion Laboratory da NASA em Pasadena na Califórnia.

O vídeo acima é de domínio público e pode ser baixado no seguinte endereço: http://svs.gsfc.nasa.gov/goto?11003

Like our videos? Subscribe to NASA’s Goddard Shorts HD podcast:
http://svs.gsfc.nasa.gov/vis/iTunes/f0004_index.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .