A Superfície Em Constante Modificação do Satélite Io de Júpiter

ioplus_galileo_1817

observatory_150105Como muitas coisas que conhecemos, a superfície de Io, está constantemente em construção. Essa lua de Júpiter abriga o distinto título de ser o corpo mais vulcanicamente ativo do Sistema Solar – sua superfície de aparência bizarra está continuamente sendo forma e reformada pelo fluxo de lavas. Gerada usando os dados de 1996 da nave Galileo da NASA, essa composição de alta resolução está centrada no lado de Io que está sempre voltada para longe de Júpiter. A imagem acima foi realçada para enfatizar o brilho da superfície de Io e as varrições de cores, revelando feições com 1.5 milhas de diâmetro. A notável ausência de crateras de impacto sugere que toda a superfície é coberta com depósitos vulcânicos novos numa taxa muito mais rápida do que as crateras de impacto são criadas. O que dirige essa potência vulcânica? Uma provável fonte de energia é a mudança da maré gravitacional causada por Júpiter e por outras luas Galileanas enquanto Io orbita o massivo planeta gigante gasoso. Aquecendo o interior de Io, as marés poderiam gerar a atividade vulcânica sulfurosa do satélite.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap130804.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.