fbpx

A Rupes Discovery Em Mercúrio

A imagem acima mostra uma comparação lado a lado da rupes Discovery sob duas diferentes condições de iluminação e ilustra a importância das várias campanhas de imageamento da sonda MESSENGER. A imagem da esquerda foi feita com um ângulo de incidência, ou o ângulo entre a superfície normal e o Sol de aproximadamente 62º, enquanto que a imagem da direita tem um ângulo de incidência de aproximadamente 85.6º. Com um ângulo de incidência tão alto como de 85.6º significa que o Sol está emitindo seus raios de forma rasante na superfície do planeta, fornecendo uma oportunidade única de se ver certas feições morfológicas que outrora eram difíceis de serem observadas. Por exemplo, a rupes Discovery, uma escarpa grande que tem mais de 400 km de extensão é praticamente invisível na imagem da esquerda, parte do mapa base monocromático, enquanto que domina a imagem da direita, que é parte do mapa base gerado com imagens de alta incidência. Esse fenômeno também é ilustrado com a cratera Basho, mostrada abaixo.

A imagem da esquerda foi adquirida como parte do mapa base de morfologia da superfície de alta resolução do instrument MDIS. O mapa base de morfologia de superfície cobrirá mais de 90% da superfície de Mercúrio com uma resolução média de 250 metros por pixel. As imagens adquiridas para o mapa base de morfologia da superfície normalmente são feitas com ângulos do Sol fora da vertical, ou seja, altos ângulos de incidência e as sombras visíveis de modo a revelar claramente as formas topográficas das feições geológicas.

A imagem da direita foi adquirida como parte do mapa base de alto ângulo de incidência do instrumento MDIS. O mapa base de ângulo de alta incidência pode ser considerado como a maior atividade de mapeamento realizada pela missão estendida da sonda MESSENGER e complementa o mapa base de morfologia da superfície, gerado durante a missão primária da sonda MESSENGER e adquirido com ângulos de incidências mais moderados. Altos ângulos de incidência são obtidos quando o Sol está perto do horizonte resultando em longas sombras que acentuam as topografias de pequena escala das feições geológicas. O mapa base de ângulo de alta incidência está sendo adquirido com uma resolução média de 200 metros por pixel.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=888

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .