A Primeira antena de 7 Metros do Observatório ALMA Chega ao Seu Destino

A primeira das doze antenas de 7 metros de diâmetro chegou ao observatório conhecido como Atacama Large Millimiter/submillimeter Array (ALMA) no Chile.  O ALMA será composto por um conjunto de 50 antenas com pratos com 12 metros de diâmetro  bem como por um sistema conhecido como Atacama Compact Array (ACA), fornecido pelo Japão, do qual essa nova antena de 7 metros de diâmetro faz parte. O ACA terá um total de 12 antenas de 7 metros e de 4 antenas de 12 metros, e será de particular importância para as observações que serão feitas pelo ALMA, principalmente no que diz respeito a vastas estruturas em extensos objetos astronômicos como gigantescas nuvens de gás molecular.

A antena de 7 metros é vista nessa imagem feita no ALMA Operations Support Facility (OSF) a uma altitude de 2900 metros nos pés dos Andes Chilenos. Essas antenas estão sendo fornecidas pelo Japão através de um contrato com a MELCO (Mitsubishi Electric Corporation).

As antenas são manufaturadas no Japão, então são desmontadas e viajam até o Chile. Elas são então remontadas e testadas no OSF antes de serem enviadas ao observatório. Após testes posteriores e a instalação dos receptores, cada uma das antenas será colocada em seu devido lugar, juntamente com antenas de outros parceiros no platô de Chajnantor a 5000 metros de altura, onde o telescópio ALMA irá operar.

O ALMA é uma parceria da Europa, América do Norte e Leste da Ásia em cooperação com a República do Chile. O ESO é o parceiro Europeu do ALMA.

Fonte:

http://www.eso.org/public/images/potw1121a/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo