A Primavera na Baía de Biscay na França

745224main_image04292013_250m-946

observatory_150105A foto acima mostra a primavera florescendo na Baía de Biscay, na costa da França. Como em muitos lugares do planeta essa época é uma estação de abundante crescimento. No dia 20 de Abril de 2013, o Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS) a bordo do satélite Aqua da NASA capturou essa imagem em cor verdadeira do crescimento dinâmico de uma explosão de fitoplâncton na primavera.

As cores em redemoinho indicam a presença de grande quantidade de fitoplâncton, minúsculos organismos parecidos com plantas que vivem tanto na água doce como na água salgada. Embora esses organismos vivam o ano todo na Baía de Biscay, é somente com as condições certas que essas explosões ocorrem. Na primavera, a presença maior da luz do Sol, o aumento no aporte de nutrientes varre a Baía a partir das correntes oceânicas e da água doce dos rios combinando com as águas quentes, criando assim as condições perfeitas para que os fitoplânctons possam crescer de forma extraordinária. O resultado é um redemoinho, multicolorido que pode ser facilmente visto do espaço.

Todo anos, normalmente de Março até Abril, essas explosões ocorrem na Baía de Biscay. Em Maio, contudo, as condições não são as favoráveis e as explosões diminuem até desaparecer. Esse é o nosso planeta, o único lugar que podemos chamar de lar. Já imaginaram processos assim complexos, cíclicos e organizados nos exoplanetas que estão sendo descobertos.

Fonte:

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_2499.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.