A Pluma de Prometeu em Io

O que está acontecendo com a lua de Júpiter, Io? Duas erupções de enxofre são visíveis nessa imagem colorida de Io feita pela sonda robô Galileo que orbitou o planeta Júpiter de 1995 até 2003. No topo da imagem, sobre o limbo de Io, uma pluma azulada sobe cerca de 140 quilômetros acima da superfície do satélite na região de caldeira vulcânica conhecida como Pilan Patera. No meio da imagem, próximo da linha divisória do dia e da noite a pluma em forma de anel Prometeu é vista se erguendo a aproximadamente 75 quilômetros acima da superfície de Io enquanto gera uma sombra abaixo da fonte vulcânica. Com o nome dado em homenagem ao Deus Grego que roubou o fogo do Olimpo, a pluma de Prometeu é visível em todas as imagens feitas da região desde os voos da Voyager em 1979 – representando a possibilidade que essa pluma esteja ativa de forma contínua por no mínimo 18 anos. A imagem acima de Io foi registrada originalmente em 1997 a uma distância de aproximadamente 600000 quilômetros de Io. Análises recentes dos dados obtidos pela sonda Galileo descobriram que existe um oceano de magma abaixo da superfície de Io.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap110522.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo