A NGC 7331 e o Quinteto de Stephan

ngc_7331_quinteto

observatory_150105A grande e bela galáxia espiral NGC 7331, vista na parte direita da imagem acima, é frequentemente comentada como sendo uma galáxia análoga à Via Láctea. Localizada a aproximadamente 50 milhões de anos-luz de distância da Terra, na constelação do hemisfério norte de Pegasus, a NGC 7331 foi reconhecida a princípio como uma nebulosa espiral e é na verdade uma das galáxias mais brilhantes que não está incluída no famoso catálogo de Charles Messier do século 18. Como o disco da galáxia é inclinado com relação ao nosso ponto de vista, exposições telescópicas longas resultam muitas vezes em imagens que evocam um estranho senso de profundidade. O efeito é ainda realçado nessa imagem pelas galáxias que localizam-se além dessa bela ilha do universo. As galáxias em segundo plano tem aproximadamente um décimo do tamanho aparente da NGC 7331 e localizam-se a aproximadamente 10 vezes mais longe. O alinhamento no céu com a NGC 7331 ocorre devido a uma coincidência. Vistas aqui através das apagadas nuvens de poeira que flutuam acima do plano da Via Láctea, esse grupo visual de galáxias é também conhecido como Grupo Deer Lick.

Em contraste, o Quinteto de Stephan (à esquerda) está localizado a aproximadamente 300 milhões de anos-luz de distância. Quatro galáxias do grupo estão na verdade presas numa dança cósmica que gera repetidos encontros. A estranha do grupo é fácil de ser identificada. As quatro galáxias que estão interação, a NGC 7319, a 7318A, a 7318B e a 7317, possuem uma coloração geral amarelada e tendem a ter loops e caudas distorcidas geradas graças a influência das marés gravitacionais. Mas a galáxia maior e azulada, a NGC 7320, está muito mais perto do que as outras. Localizada a apenas 40 milhões de anos-luz de distância, ela não é parte do grupo interativo. O Quinteto de Stephan localiza-se dentro dos limites da constelação de Pegasus.

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=154211344727267&set=a.113557438792658.21840.113077625507306&type=1&ref=nf

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo