A M81 e o Arco de Arp

Uma das galáxias mais brilhantes nos céus do planeta Terra e similar em tamanho à Via Láctea, grande, é a bela galáxia espiral M81, localizada a 11.8 milhões de anos-luz da Terra na direção da constelação da Ursa Maior. Essa imagem profunda da região, aqui reproduzida  revela detalhes no seu núcleo brilhante e amarelo, mas ao mesmo tempo mostra feições mais apagadas ao longo dos belos braços espirais azuis da galáxia e das linhas de poeira. Ela também mostra a imensa feição em forma de arco conhecida como Arco de Arp, que parece nascer do disco da galáxia na direita. Estudado em 1960 o Arco de Arp tem sido formulado como sendo uma cauda criada devido a guerra gravitacional entre a M81 e a sua vizinha e brilhante galáxia M82. Mas uma recente pesquisa demonstrou que boa parte do Arco de Arp provavelmente localiza-se dentro da nossa própria galáxia. As cores do arco que são vistas nos comprimentos de onda do visível e do infravermelho se ajustam às cores das nuvens de poeira difusas e relativamente inexploradas que se localizam a algumas centenas de anos-luz acima do plano da Via Láctea. Juntamente com as estrelas da Via Láctea as nuvens de poeira localizam-se no primeiro plano dessa impressionante imagem. A galáxia anã e companheira da M81, a Holmberg IX, pode ser vista um pouco acima e a esquerda da grande espiral. No céu essa imagem se espalha por aproximadamente 0.5 graus, ou aproximadamente o tamanho da Lua cheia.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap101209.html

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo