fbpx

A iluminação Correta de Feições na Lua Apresentam Resultados Surpreendentes

Normalmente astrônomos amadores com telescópios que podem até mesmo serem considerados modestos conseguem fazer imagens espetaculares da Lua. Lógico que muitas vezes o que conta é a sorte em conseguir uma iluminação perfeita para identificação de determinadas feições na Lua. Uma região próxima do terminador da Lua, que é mostrada acima exibe o que a combinação desses fatores pode gerar, uma imagem realmente espetacular. Um pouco acima da cratera Delisle existe uma montanha informalmente conhecida como Baby. Assim foi como o pesquisador Gerard Kuiper a chamou, fazendo a analogia dela com uma grande cabeça de bebê. Mas com a iluminação com a qual ela foi fotografada acima, ela parece mais com bebê de dinossauro do tipo estegossauro. Próximo da parte esquerda da borda da imagem existe uma massa circular de colinas denominadas de Monte Vinogradov, com a cratera Brayley aparecendo na parte superior esquerda. Entre a Brayley e a Vinogradov existe uma pequena colina que apresenta uma longa sombra. A colina parece ser um mar alongado com uma cadeia brilhante que se estende delineando a colina. Finalmente à direita da colina existem duas cadeias de mares, a que é um pouco mais evidente é a Arduino, que provavelmente marca a continuação apagada do Anel Apennine ao longo do lado oeste da Bacia Imbrium.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/June+5%2C+2011

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.