fbpx

A Geleira Calderone ao Nascer do Sol

A foto acima mostra a Geleira Calderone localizada na Cadeia de Montanha dos Apeninos na Itália, pouco depois do Sol nascer. Esse pequeno campo de gelo localiza-se abaixo do Corno Grande, com seus 2912 metros de altura é o maior pico dos Apeninos. Depois de se desprender em 1913 da Geleira Corral di Veleta na Espanha, a Calderone é considerada a geleira mais ao sul na Europa do Oeste. Contudo, como muitas geleiras nos Alpes e em todo o lugar da Europa e através de todo o globo terrestre, a Calderone está encolhendo. Em 1794, ela tinha um volume estimado de 4 milhões de metros cúbicos, mas nos anos de 1990, seu volume tinha diminuído para 360931 metros cúbicos. Durante o último século, desde aproximadamente 1920, seu volume tem reduzido mais de 90% e a sua área mais de 50%. Alguns geólogos têm previsto que ela desaparecerá por completo em algumas décadas. À medida que a Calderone diminui de tamanho ela perde também o seu respeito, agora, ela é referida por alguns glaciologistas como detritos cobertos de gelo, ou apenas como uma rocha de gelo. Apesar de tudo, para um pequeno grupo de estudiosos de glaciologia ela ainda é designada como geleira, seguindo a designação padrão, que diz que para ser considerada uma geleira uma feição deve ter no mínimo 0.1 quilômetros quadrados em área, com no mínimo 50 metros de espessura e apresentar essas medidas por pelo menos 10 anos seguidos. A foto acima foi feita recentemente no dia 22 de Setembro de 2012.

Fonte:

http://epod.usra.edu/blog/2012/10/calderone-glacier-at-sunrise.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .