fbpx
29 de fevereiro de 2024

A Galáxia Espiral M74


Lembrando as luzes festivas das comemorações de fim de ano, essa imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble das Agências Espaciais NASA e ESA, mostra a galáxia espiral M74 é uma lembrança marcante da temporada de festejos que está iminente. Brilhantes nós de gás brilhante iluminam os braços espirais, indicando um ambiente rico em regiões de formação de estrelas.

A Messier 74, também é chamada de NGC 628, e é considerada um impressionante exemplo de uma galáxia espiral de grande desenho que pode ser vista da Terra quase que totalmente de frente. Seus braços espirais perfeitamente simétricos emanam do núcleo central e são polvilhados por aglomerados de jovens estrelas azuis e regiões rosas brilhantes de hidrogênio ionizado, ou seja, átomos de hidrogênio que perderam seus elétrons. Essas regiões de formação de estrelas mostram um excesso de luz no comprimento de onda do ultravioleta.

Trançando ao longo dos braços espirais estão linhas de poeira que também têm suas origens bem perto do núcleo da galáxia e seguem ao longo de todo o comprimento dos braços espirais. A M74 está localizada a aproximadamente 32 milhões de anos-luz de distância da Terra, na direção da constelação de Pisces, Peixes. Ela é o membro dominante do pequeno grupo de aproximadamente meia dúzia de galáxias, chamado de Grupo de Galáxias M74. Em sua totalidade, estima-se que a M74 seja o lar de aproximadamente 100 bilhões de estrelas, o que faz com que ela seja um pouco menor que a Via Láctea.

Fonte:

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_2132.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo