A Galáxia de Whirlpool Mostra sua Poeira em Infravermelho

Como as galáxias espirais formam estrelas? Para ajudar a responder a essa pergunta, o Telescópio Espacial Hubble fez essa imagem, aqui reproduzida  da fotogênica galáxia espiral M51 na luz infravermelha para destacar a poeira que traça o gás denso que é o melhor para formar estrelas. Para isolar a poeira da galáxia, a maior parte da luz óptica oriunda das estrelas também foi digitalmente removida. A imagem resultante única, mostra padrões de redemoinhos intrigantes nas maiores escalas, enquanto que numerosos agrupamentos brilhantes que são na verdade aglomerados estelares anteriormente escondidos aparecem em escala menores. Qualquer um com um bom par de binóculos pode ver a Galáxia Whirlpool na direção da constelação de Canes Venatici. A M51, localiza-se a aproximadamente a 30 milhões de anos-luz de distância da Terra e a imagem acima se espalha por uma área de 15000 anos-luz desde o topo até a base da mesma. Os astrônomos especulam que a estrutura espiral da M51 é devido primariamente a sua interação gravitacional com uma galáxia vizinha menor.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap110126.html

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.