fbpx

A Flare Solar de 16 de Abril de 2012

A flare solar de classe M do dia 16 de Abril de 2012, que aparece em destaque na pequena caixa no canto superior esquerdo da imagem acima, foi um evento espetacular. Quando são atiradas em direção à Terra, flares como essa podem corromper de forma séria as redes de energia, e os sistemas globais de comunicação, uma vez que elas atinjam a nossa magnetosfera. Contudo, quando são vistas no limbo do Sol como essa, elas são atiradas para outros cantos do espaço e assim se tornam menos ameaçadoras.

Por conta da perspectiva, a imagem mostrada acima foi inserida numa imagem de disco completo do Sol e invertida no dia 13 de Abril. Aproximadamente 109 Terras caberiam no diâmetro angular do Sol, algo em torno de 0.5 graus. Em um tempo de aproximadamente 25 minutos essa flare solar percorreu uma distância equivalente a 40 Terras no limbo do Sol. Assim, colocando em números, 510419 km foram percorridos em 25 minutos. Isso dá uma velocidade aproximada de 1225007 km/h. A atividade inicial da flare foi observada às 17:45 UT, a imagem acima que mostra a extensão da flare foi feita às 18:10 UT. Para se ter uma comparação, a velocidade da luz é de 1079252850 km/h.

Fonte:

http://epod.usra.edu/blog/2012/05/solar-flare-of-april-16-2012.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .