fbpx
24 de fevereiro de 2024

A Cratera Newton de Marte


A imagem acima que combina imagens obtidas da órbita de Marte com modelagem 3D mostra fluxos que aparecem na primavera e no verão em um talude dentro da cratera Newton de Marte. Observações sequenciais registraram as mudanças sazonais nesse local de Marte e em alguns outros locais com fluxos similares, fluxos esses que podem ser a evidência de que existe água salgada líquida ativa em Marte atualmente. Evidências para essa possível interpretação pode ser encontrada no artigo em anexo no final desse post.

Essa imagem tem sido projetada para mostrar uma visão de um talude como se ele fosse visto de um helicóptero dentro da cratera, com a inserção na imagem de um céu sintético para Marte. A observação original foi feita no dia 30 de Maio de 2011, pela câmera chamada de High Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE) que viaja na órbita de Marte a bordo da sonda da NASA, a Mars Reconnaissance Orbiter. A cor da imagem acima foi realçada para melhor mostrar os contrastes. No momento da imagem o local dessa foto que fica nas coordenadas 41.6?S, 202.3?E, estava no verão.

As feições que indicam o fluxo são estreitas, com uma largura aproximada de uma e meia até cinco jardas, e relativamente escuras, marcando o talude íngreme com inclinação entre 25 e 40 graus em alguns locais do hemisfério sul de Marte. Imagens repetidas feita pela HiRISE mostram que as feições parecem crescer durante as estações mais quentes e diminuir nas estações mais frias do ano.

Science 2011-mc ewen-740-3

View more documents from Sergio Sancevero

Fonte:

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_2095.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo