fbpx
27 de fevereiro de 2024

A Busca Por Artefatos Alienígenas na Lua – O Artigo Polêmico da Semana


É uma característica peculiar de muitos cientistas acreditarem que a vida possa existir em qualquer lugar do universo, mas até hoje não temos evidências de que ela exista fora da Terra. Agora, um cosmologista sério, Paul Davies, da Universidade Estadual do Arizona e um estudante Bob Wagoner propuseram pesquisar as imagens de alta resolução da Lua obtidas pela sonda LRO para procurar ali algum sinal de vida alienígena. Esse sinal poderia ser uma nave alienígena, um acampamento ou um depósito de lixo. Davies e Wagoner no artigo apresentado no final desse post dizem que artefatos alienígenas poderiam ser preservados na Lua por milhões de anos, muito mais tempo do que poderiam ser preservados na Terra, e se fossem descobertos teriam um grande impacto. Eles sugerem que uma abordagem de massa como é a usada pelo projeto Moon Zoo pudesse ser uma atividade educacional e faria com que muitas pessoas se interessassem pela Lua. Os humanos têm procurado por sinais de vida enviados em direção à Terra por outros seres no Projeto SETI, agora a proposta é ainda mais ousada fazer uma varredura, quase que arqueológica para tentar achar alguma pista de uma tecnologia alienígena no nosso jardim, ou seja, na Lua. A iniciativa por um lado é boa, pois traz a tona questões importantes, mas fazer com que essa caçada seja algo totalmente público é perigoso por um outro aspecto. Imaginem, quantas ilusões de ótica aparecerão no terreno da Lua sendo vasculhado por todos, como o Rosto de Marte, isso pode ser explorado depois de forma maliciosa por algumas pessoas que podem se aproveitar da situação. O artigo dos pesquisadores está aí na íntegra e todos podem expressar a opinião sobre essa ideia de buscar artefatos alienígenas na Lua nos comentários aí embaixo.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/December+28%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo