fbpx

A Bela E Poderosa Galáxia NGC 3254

A imagem acima mostra a galáxia espiral NGC 3254, observada usando a Wide Field Camera 3, ou WFC3 do Telescópio Espacial Hubble. A WFC3 tem a capacidade de observar no ultravioleta, na luz visível e no infravermelho, e essa imagem nada mais é que uma composição das observações feitas na luz visível e no infravermelho. Nessa imagem, a NGC 3254 parece com uma típica galáxia espiral vista de lado. Contudo, a NGC 3254 tem um segredo fascinante que está escondido da nossa visão, ela é uma galáxia Seyfert, o que significa que ela tem um núcleo ativo, conhecido como núcleo ativo de galáxia, que lança muita energia quanto todo o resto da galáxia.

Galáxias Seyfert não são raras, cerca de 10% de todas as galáxias acreditam-se sejam galáxias Seyfert. Elas pertencem à classe de galáxias ativas, galáxias que possuem um buraco negro supermassivo no seu centro que está ativamente agregando material, e que lança uma grande quantidade de energia à medida que essa agregação de material acontece. Existe um segundo tipo de galáxia ativa, que é muito mais ativa e que é conhecida como quasar. Os núcleos ativos de galáxias como a NGC 3254, são maiores quando observados na luz fora do espectro da luz visível. Em outros comprimentos de onda, essa imagem iria parecer diferente, com o núcleo da galáxia brilhando de forma extrema.

Crédito:

ESA/Hubble & NASA, A. Riess et al.

Fonte:

https://esahubble.org/images/potw2124a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .